terça-feira, 6 de agosto de 2013

Jezabel, Modelo de Mulher à Não Ser Seguido.





“Nunca existiu ninguém como Acabe que, pressionado por sua mulher, Jezabel, vendeu-se para fazer o que o Senhor reprova. Ele se comportou da maneira mais detestável possível, indo atrás de ídolos, como faziam os amorreus, que o Senhor tinha expulsado de diante de Israel”. (1 Reis 21: 25-26)

             Acabe estava amargurado e triste deitado em sua cama porque Nabote, um jezreelita, que possuía uma vinha ao lado do seu palácio não quis vendê-la para que Acabe pudesse fazer uma horta no lugar. Então Jezabel, esposa de Acabe, vendo a tristeza de Acabe, foi até ele e disse-lhe: "É assim que você age como rei de Israel? Levante-se e coma! Anime-se. Conseguirei para você a vinha de Nabote, de Jezreel”. (1 Reis 21: 7)

             Após esse episódio, Jezabel escreveu cartas em nome de Acabe, pedindo aos anciões e aos nobres, para trazerem Nabote cativo para frente do palácio, de frente a todo o povo. E para que o colocasse à frente de dois homens más e que estes acusariam Nabote de ter blasfemado contra Deus, e depois deveriam levá-lo para fora e apedrejá-lo até a morte. Assim o fizeram até a morte de Nabote. Jezabel após saber a notícia correu a Acabe e disse-lhe: "Levante-se e tome posse da vinha que Nabote, de Jezreel, recusou-se a vender-lhe. Ele não está mais vivo; está morto!" (1 Reis 21: 15b)

            Elias, enviado pelo Senhor, foi até onde Acabe se encontrava e lhe disse: "porque você se vendeu para fazer o que o Senhor reprova”. (1 Reis 21: 20b).

Depois de lermos sobre esse capítulo da história de Jezabel e seu esposo Acabe, trago de volta as primeiras partes do texto onde cito o versículo 25 parte b deste capítulo 21, onde diz: “porque Jezabel, sua mulher, o instigava”. Por isso Jezabel é um exemplo de esposa e mulher a não ser seguida, ela foi má, ela agiu com pensamentos dobres, onde buscou um único benefício, sem pensar nas consequências que isto traria para ela e sua família, ela quis tomar as “rédeas” dos problemas do marido e acreditou que ia conseguir tudo isso satisfazendo o desejo de Acabe de possuir a vinha, na verdade ela acabou destruindo tudo.

            Acabe era um rei e possuía poder e autoridade, estes sabemos que são dons de Deus. Os que os possuem estes dons têm a responsabilidade divina de utilizar esse poder e essa autoridade com piedade. Mas Acabe não soube usar isso corretamente, deixando Jezabel ser autoritária, e acabaram que os dois pecaram contra Deus. Mas se voltarmos um pouco na Bíblia veremos que Acabe e Jezabel já começaram pecando contra Deus em seu casamento: “Acabe, filho de Onri, fez o que o Senhor reprova, mais do que qualquer outro antes dele. Ele não apenas achou que não tinha importância cometer os pecados de Jeroboão, filho de Nebate, mas também se casou com Jezabel, filha de Etbaal, rei dos sidônios, e passou a prestar culto a Baal e a adorá-lo.  No templo de Baal, que ele mesmo tinha construído em Samaria, Acabe ergueu um altar para Baal”. (1 Reis 16, 30-32).
            Então, de quais características de Jezabel podemos tirar ensinamentos para nosso crescimento?

1º Jezabel era perseguidora implacável daqueles que serviam a Deus

             Tantas mulheres hoje em dia tentam conseguir seus objetivos utilizando-se de meios carnais e assim se tornando perseguidoras, atrapalhando a vida espiritual dos homens. Não devemos ser empecilhos como paredes e obstáculos, mas sim facilitadoras do reino de Deus como pontes e escadas.

2º Jezabel muitas vezes conseguiu inspirar e seduzir os servos não vigilantes a comerem coisas sacrificadas aos ídolos

             Hoje em dia nossa sociedade cristã está corrompida por idolatrias das mais diversas. A tolerância passiva também é outro grande dilema, tolerando algumas coisas acabamos concordando com elas e isso a igreja moderna tem feito muito bem.

3º Jezabel não se submetia ao seu esposo

            Augustus Nicodemos escreve em seu livro “A Bíblia e sua família”: “Sujeitar-se significa ‘colocar-se sob autoridade de alguém, submeter-se, obedecer’. O conceito neotestamentário de submissão a alguém que está em autoridade não implica a inferioridade do que se sujeita nem a superioridade do que está em autoridade. Trata-se de funções, e não de valor pessoal...homem e mulher são iguais, embora desempenham papéis diferentes.”

            A submissão e o temor do SENHOR andam juntos, precisamos entender submissão como uma atitude de amor. (Não vou entrar do ‘dilema’ sobre submissão feminina se não ia dar muito pano para manga rsrs)

4º Jezabel tomou as dores de Acabe para si

            Lemos que Jezabel logo notou que seu esposo estava mau e então tentou dar um jeito de arrumar a história para ele. A preocupação de esposa é normal e agradável em um casamento, mas tentar ferir o outro por conta da mágoa que o esposo sofreu é claramente inaceitável, é errar por você e por ele. As mulheres devem se levantar com sabedoria para ajudar seus esposos e não como Jezabel fez, com falsidades, mentiras e enganações. Quando quebramos os mandamentos de Deus o desagradamos profundamente. Nós mulheres precisamos ser cheias do Espírito Santo de Deus, conselheiras e auxiliadoras (lembrando que essa não é somente uma lição para casadas, mas para solteiras que buscam um compromisso com um homem de Deus também).         Deus quer ser glorificado em nossas vidas e como podemos fazer isso é nos submetendo à sua vontade que é boa, perfeita e agradável. Proponho que possamos orar mais pedindo ao SENHOR para sermos mulheres segundo o coração de Deus, para que assim possamos ser benções em nossos relacionamentos como amigas, esposas, mães e irmãs. Glória a Deus sempre!

Laryssa Lobo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Orai sem cessar

Não importa a hora , não importa o lugar Quer na bonança ou na tristeza O crente é chamado a orar Orar confiadamente, orar sem ...