quinta-feira, 16 de novembro de 2017

BLINDANDO O CASAMENTO: VOCÊ TEM FEITO ISSO?


15 CONSELHOS PARA BLINDAR EFETIVAMENTE SEU CASAMENTO CONTRA O DIVÓRCIO

Blindar o casamento contra o divórcio é uma atitude inteligente. Afinal a família é o nosso maior patrimônio. Infelizmente a maioria esquece de blindar e acaba sofrendo as consequências amargas do divórcio.



Dependendo do tamanho do veículo uma blindagem, pode custar até R$ 75.000,00. É bem verdade que em uma festa de casamento os valores podem passar e muito dessa quantia.

O grande problema é que o valor pago pela festa de casamento não garante uma blindagem contra o divórcio.

Por isso é tão importante investir na proteção do patrimônio mais precioso que temos, a nossa família.

Carros são blindados porque existem assaltantes, bandidos, criminosos e etc…. Casamentos também devem ser blindados, pois existe um exercito do mal que planeja destruir seu casamento todos os dias.

Siga estes 15 conselhos e seu casamento será blindado contra a traição e o divórcio.

01 Priorize a oração e leitura bíblica

A oração e a leitura da bíblia serão meios por onde você receberá os recursos necessários para blindar seu casamento durante os anos. Ore com fé, creia que Deus lhe capacitará em tudo e não despreze a meditação nas escrituras sagradas.

02 Ame com o amor ágape

Nem o amor phileo, muito menos o amor eros são capazes de blindar um casamento.

O amor eros definido por Platão é o amor desejo pelo que ainda não se tem.

O amor phileo explicado por Aristóteles é amor alegria pelo que foi conquistado. Amor entre amigos.

Mas só o amor ágape explicado, demonstrado e encarnado por Jesus Cristo é o que pode realmente blindar um casamento. Pois neste amor o amante se sacrifica para tornar a vida do amado melhor. Ex. Quando um filho está doente os pais gastam tudo o que tem se preciso for, na tentativa de restaurar-lhe a saúde.
03 Faça um acordo com seu cônjuge para reascender a fogueira

Tudo o que desprezamos se deteriora, decompõe-se. Fogo sem lenha se apaga. Casamento precisa de manutenção. Combine com seu cônjuge de nunca permitirem que o frio da indiferença apague o amor do casal.
04 Não tenha seu cônjuge como o messias

Mesmo que seu cônjuge tenha a missão de te fazer feliz, isso não deve ser cobrado. Ele também é um ser humano em construção e carece de paciência e compreensão.

Perfeito só Deus. Quem pode ser a nossa fonte maior de felicidade é o Senhor Jesus, nunca o cônjuge.
05 Busque o equilíbrio na vida sexual

Sexo no casamento é uma dádiva de Deus. Precisa ser desfrutado com amor. Não pode ser o centro do relacionamento ( “sexolatria”: obsessão). Mas não pode ser ignorado.

É preciso haver um equilíbrio visando a satisfação mútua. Nos limites do amor e respeito, a quantidade de vezes por semana é uma particularidade de cada casal.
06 Promova as qualidades do seu cônjuge

Focar nos defeitos do outro é uma péssima ideia, pois desmotiva. Faça a diferença na vida do seu amor. Tome nota de todas as qualidades que você gosta no seu parceiro(a).

Incentive estas qualidades, elogiando. Dê palavras de encorajamento, mostre que você acredita no potencial dele(a).
07 Mantenha o senso de bom humor
Rir de si mesmo é uma prova de maturidade e torna a vida mais leve. Não se cobre excessivamente e muito menos ao seu cônjuge. Para manter o bom humor, olhe sempre o lado positivo da vida.

Uma boa dose de bom humor funciona como um lubrificante social, promove leveza ao relacionamento.
08 Respeite a individualidade sem perder a unicidade

Cada um tem um talento, um dom único. Respeite o outro ao desenvolver a vocação dele, sem sufocá-lo. Quando há liberdade com responsabilidade, o amor e a admiração se fortalecem.
09 Evite amizades intimas com o sexo oposto

Tem muita gente praticando traição emocional. Contam seus segredos para pessoas do sexo oposto. Criam vínculos emocionais. E na grande maioria das vezes o desfecho é um triste divórcio.

Evitar amizades intimas com o sexo oposto é uma atitude sábia.
10 Zele pelo respeito em todos os momentos

Faça um compromisso pessoal de respeitar o seu cônjuge sempre. Respeite-o pelo fato de ser seu cônjuge. Foi você quem o escolheu.

Quando você o respeita apesar de ele não merecer, você ministra uma forte lição. Seu respeito vai tornar claro o quanto ele está sendo injusto. Isso é pagar o mal com o bem.
11 Preste contas sem receios

Quem não deve não teme. O seu cônjuge é seu sócio e merece, sempre que desejar, uma clara prestação de contas. Nunca preste contas com irritação. Explicar maus entendidos com atenção fortalece a confiança.
12 Dedique-se a pequenas mudanças

Pequenas mudanças podem produzir grandes resultados. Se esforce para demonstrar seu amor e admiração com pequenos gestos.

Uma mensagem de texto inesperada com uma mensagem de encorajamento. Um áudio pelo WhatsApp demostrando gratidão por algo que ele fez e você gostou. Use a criatividade e surpreenda.
13 Perdoe sempre que preciso

Perdoar é uma decisão que todo ser humano precisa tomar. Tanto você quanto o seu cônjuge estão em construção, imagine o transtorno que é isso.

É impossível se relacionar sem atritar. Por isso o santo óleo do perdão é mais que necessário é vital. Sempre que seu cônjuge errar e pedir perdão, perdoe de todo coração.

Quem não perdoa perde todas as chances de ser perdoado, até por Deus.
14 Não colecione mágoas

Guardar mágoas além de te fazer mal, vai te impedir de tratar bem seu cônjuge. Se você realmente perdoar de todo coração, não há razão para colecionar mágoas.

De forma intencional as jogue fora. Como fazer isso? Ore, cante, leia, se desafie a fazer o bem ao seu cônjuge.

15 Use de bom senso com as finanças

Se preciso quebre todos os cartões. Gaste menos que você ganha. Procure atividades que gerem renda. Economize o quanto puder. Faça doações e ofertas, isso trás equilíbrio. Façam planejamento financeiro. Essas atitudes vão livrar o casal de serias dores de cabeça.
Conclusão

Aplicar esta blindagem ao seu casamento não vai te custar 75 mil reais, mas tenho certeza que valerá muito a pena. Um casamento de sucesso vale mais que todos os carros blindados do mundo.

A família é o nosso maior patrimônio e merece ser blindada, protegida e cuidada.

retirado: https://sucessonocasamento.com

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

chuva deixa estragos e prejuízos em Caetité. BA.

Forte chuva alaga ruas e praças, causando estragos e transtornos em Caetité.
Uma intensa chuva deixou estragos e prejuízos em Caetité na tarde desta segunda-feira (13).
A chuva começou por volta das 14h, e em poucos minutos encheu os canais de drenagens da cidade que transbordaram. Carros ficaram presos em ruas e foram invadidos pela água. Comércios no centro da cidade foram tomados pela enxurrada. Produtos e móveis ficaram perdidos e levados pela chuva. Diversas ruas ficaram danificadas e murros vieram abaixo. Na região da Praça da Juventude o fluxo de água foi incalculável, sendo nunca visto na cidade. 
A Secretaria de Agricultura, informou que a chuvarada acumulou 80 mm. Os prejuízos foram grandes e ainda não foram calculados. Equipes da prefeitura trabalham nas ruas para sinalizar e interditar ruas. Segundo o Site clima tempo existe a possibilidade de chuvas para os próximos dias. [Caetité Notícias]
A imagem pode conter: céu, atividades ao ar livre e água

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre


A imagem pode conter: atividades ao ar livre

A imagem pode conter: carro e atividades ao ar livre


A imagem pode conter: carro e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, carro e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: céu, atividades ao ar livre e natureza

vídeo: 


terça-feira, 7 de novembro de 2017

FRUTO DO ESPIRITO: DOMÍNIO PRÓPRIO.

Resultado de imagem para fruto do espirito

Tema; domínio próprio

Existe um texto na palavra do Senhor que acho tremendo. Em Provérbios 25:28, nos diz o seguinte:

“Como a cidade derribada, que não tem muros, assim é o homem que não pode conter o seu espírito”. Provérbios 25:28

Gl. 5:22-24 - “MAS O FRUTO DO ESPÍRITO É...O DOMÍNIO PRÓPRIO. OS QUE PERTENCEM A CRISTO JESUS CRUCIFICARAM A CARNE, COM AS SUAS PAIXÕES E OS SEUS DESEJOS.”

II Pe. 1:5-7 - “POR ISSO MESMO, EMPENHEM-SE PARA ACRESCENTAR À SUA FÉ A VIRTUDE; À VIRTUDE O CONHECIMENTO; AO CONHECIMENTO O DOMÍNIO PRÓPRIO; AO DOMÍNIO PRÓPRIO A PERSEVERANÇA; À PERSEVERANÇA A PIEDADE; À PIEDADE A FRATERNIDADE; E À FRATERNIDADE O AMOR.”


Nos tempos antigos o muro de uma cidade era a sua maior defesa. Sem muro a cidade estava à disposição dos seus inimigos. Mais ou menos isso acontece hoje nas grandes cidades – as casas estão cercadas por grades – nos sentimos seguros por causa das grades e trancas.

Uma cidade naquela época dependia dos muros para se proteger. Os muros tinham a função de trazer segurança para as pessoas que moravam nas cidades.

Uma cidade sem muro era uma cidade sem segurança e vulnerável aos ataques dos inimigos.

O texto faz uma comparação interessante entre um homem (que não consegue conter o seu espírito) e uma cidade sem muros.

- Você é uma pessoa que consegue conter o seu espírito? ou seja, você tem dominio próprio? Você tem auto-controle ou és descontrolado(a)?

Autocontrole ou o domínio próprio é o muro de defesa que se opõe aos desejos pecaminosos que fazem guerra contra sua alma. Sem autocontrole a pessoa se torna presa fácil para qualquer espécie de invasor.

Uma boa definição para domínio próprio pode ser: o governo dos próprios desejos; a habilidade de evitar excessos e viver dentro de limites saudáveis.

SIGNIFICADO DA PALAVRA egkrateia

A palavra grega traduzida como “domínio próprio” é "egkrateia." Vem da palavra "kratos" (fortaleza), e significa "alguém que se sustenta a si mesmo" (ROBERTSON).
THAYER a define como: "a virtude de alguém que domina seus desejos e paixões, especialmente seus apetites sensuais."

MACKNIGHT adiciona o conceito: "Onde subsiste esta virtude, a tentação pode ter pouca influência."

Deriva do egen e krateia, “força”, e refere-se ao poder ou ascendência que temos sobre as paixões de todos os tipos. Ela denota o domínio-próprio que alguém tem sobre as propensões más de sua natureza.

Égkrateia é encontrada somente três vezes no Novo Testamento:

Uma vez em Atos 24:25, E discorrendo ele sobre a justiça, o domínio próprio e o juízo vindouro, Félix ficou atemorizado e respondeu:

Onde é incluída junto com a "justiça" e o "julgamento vindouro." "A palavra a que segue é "justiça", a qual representa o que Deus demanda; então, domínio próprio é a resposta do homem a tal demanda" (VIM)

Uma vez em Gálatas 5:23, onde vemos que é evidência de que alguém está caminhando no Espírito, e é guiado pelo Espírito

E em 2 Pedro 1:6, onde aprendemos que existe para ser acrescentada ao "conhecimento." “Seguir ao conhecimento, sugere que é aprendida e que requer ser posta em prática" (VIM).

Domínio próprio, então, é o controle de alguém sobre si mesmo; no contexto das Escrituras, o controle de si mesmo existe para estar em harmonia com a vontade de Deus.

Significa moderação, sobriedade, continência, autodomínio. Consiste em aplacar os apetites e o uso excessivo dos sentidos.

É o controle da maneira que o homem deve utilizar os bens materiais, de maneira particular a comida, a bebida e os apetites sexuais. O domínio próprio ou moderação é reter os desejos em estado normal, perfeitamente natural, sob os limites estabelecidos por Deus.

Domínio próprio trata: tem também a seguinte idéia.

-Moderação, controle racional de impulsos naturais;

-Sóbrio, moderado, tendo dominado desejos pessoais e paixões;

-Indica uma vida auto-disciplinada seguindo o exemplo de Cristo de estar no mundo, mas não ser do mundo;

-Controle ou disciplina, exercitada no comportamento;
-A mestria de si mesmo, a capacidade de indivíduos conterem as próprias emoções, desejos e impulsos, de tal modo que possam servir outros.

As definições acima descrevem perfeitamente o que Deus está procurando, uma vez que Ele começa a trabalhar e transmitir esta qualidade à nossa personalidade.

Esta qualidade específica é um das mais importantes chaves em poder obter qualquer tipo de vitória sobre alguns dos apetites e desejos da nossa carne.


Muitos problemas são causados pela falta de domínio próprio:

Por que não consigo superar um mau hábito?
Por que não consigo pagar minhas contas?
Por que não consigo abandonar aquele relacionamento?

Não consegue porque precisa de domínio próprio...

PORQUE O SEU MAIOR PROBLEMA NÃO SÃO OS OUTROS! SEU MAIOR PROBLEMA É VOCÊ MESMO!

Talvez você sinta que sua vida está fora de controle (como carro com direção quebrada e derrapando na pista).

Se quisermos alcançar liberdade, precisamos de domínio próprio. A vida plena só virá se você lutar da maneira correta a luta que lhe está proposta.

Antes de lutar contra o mundo e contra satanás, você precisará vencer sua própria carne, que é maligna por natureza, e sempre tendente para o erro.

O filósofo grego Epíteto, que viveu entre os anos 50 a 115 d.c. disse: “Nenhum homem é verdadeiramente livre até que se domine”.

Para Epíteto, uma vida feliz e uma vida virtuosa,são sinônimos. Felicidade e realização pessoal são conseqüências naturais de atitudes corretas.

Jesus disse: "DIGO-LHES A VERDADE: TODO AQUELE QUE VIVE PECANDO É ESCRAVO DO PECADO.”- Jo. 8:34

Sansão pode ter sido o homem mais forte do mundo, mas sem domínio próprio, lembra que aconteceu a ele? Foi seduzido por Dalila.

Sansão teve força, mas não teve domínio! Davi não foi capaz de dominar seus impulsos sexuais.

ASPECTOS EM QUE DEVEMOS CULTIVAR O DOMÍNIO PRÓPRIO

Três áreas que precisam ser dominadas: Corpo, pensamentos e emoções.


1. Dominando o corpo (Honrar a Deus com o corpo)
Deus nos criou com senso de prazer.

“Então o Senhor Deus fez nascer do solo todo tipo de árvores agradáveis aos olhos e boas para alimento” – Gn 2.9

Não há dúvidas que foi intenção de Deus que nós tivéssemos prazer físico na nossa existência as com coisas que ele mesmo providenciaria para nós.

1Tm 6.17 “Deus nos provê tudo que precisamos para nossa satisfação”.

Mas vejam bem, porque os nossos desejos se corromperam, aquelas coisas que Deus pretendia que fossem para nosso deleite, acabam tendo a tendência de dominar as nossas vidas.

Por isso, o domínio próprio do corpo deve ser focado em três áreas principais de tentação física:

-Glutonaria – comida e bebida; preguiça/falta de descanso/desleixo com o corpo e imoralidade sexual.

Deus nos dá graciosamente comida e bebida – temos prazer no comer e beber. Só que nós nos deixamos dominar. É daí surgem a glutonaria e bebedice. Nós supervalorizamos a comida – alguns literalmente vivem para comer – e o prazer passa a dominar a suas vidas. Com a bebida é a mesma coisa – começa como prazer e passa para o vício. A bíblia nos orienta a comer e beber para a glória de Deus - 1Co 10.31

Deus deu, para nosso deleite, o descanso – e aí, ou não descansamos ou nos entregamos à preguiça. Alguns abusam do seu corpo não dando a ele quase nenhum descanso;

Outros, não se cuidam, não dão ao corpo nenhum exercício sequer; outros acham que nasceram para descansar e devem ir ter com as formigas,

Pois são totalmente preguiçosos. O nosso corpo continua sendo o templo do Espírito Santo – tratar mal o corpo é pecado.

O sexo - e dele vem a imoralidade. O padrão estabelecido por Deus nesta área é muito simples e claro. Absoluta abstinência fora do casamento e total fidelidade dentro do casamento.

Qualquer outro caminho ou justificativa resultará em imoralidade. Vimos que domínio próprio é viver dentro dos limites estabelecidos por Deus. Aí esta uma área que merece toda nossa atenção, porque não existem limites para o mundo quando se fala de sexo.



2. Dominando Pensamentos (Levar cativo todo e qualquer pensamento)
Paulo afirmou:
“Nós devemos levar cativo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo” 2Co 10.5

Ter domínio dos pensamentos significa entreter as nossas mentes com pensamentos que sejam aceitáveis a Deus. E você sabe que a melhor maneira de avaliarmos os nossos pensamentos é apresentada por Paulo em Fl 4.8:
“Finalmente irmãos, tudo que for verdadeiro, tudo que for nobre, tudo que for correto, tudo que for puro, tudo que for amável, tudo que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas”.

Ter domínio dos pensamentos, então, é mais do que apenas recusar maus pensamentos – devemos fazer isso – mas devemos incluir em nossas mentes pensamentos que venham agradar a Deus.

Devemos construir muros de proteção recusando pensamentos pecaminosos e nos apropriando de pensamentos que honrem a Deus.

Pv 4.23 “Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda sua vida”

Aqui, o significado da palavra hebraica traduzida por coração, refere-se a toda consciência de uma pessoa: entendimento, emoções, consciência e vontade – entretanto, a advertência é particularmente aplicada à nossa vida de pensamentos.

A tarefa de dominar pensamentos é árdua, mas importante. É a partir dos nossos pensamentos que nossas emoções e ações começam – então, é justamente lá que os desejos pecaminosos plantam suas raízes e nos seduzem ao pecado.

Nossas mentes são como estufas mentais onde pensamentos ilegítimos, uma vez plantados, são nutridos e aguados antes de serem transformados em ações ilegítimas. Raramente nós caímos subitamente na imoralidade ou glutonaria. Estas ações são primeiramente saboreadas em nossas mentes antes de serem satisfeitas na realidade.

Os portões dos nossos pensamentos são com certeza os nossos olhos e ouvidos. Acã viu a capa e o dinheiro, cobiçou e pegou para si. Josué 7.21 - O que nós vemos, lemos ou ouvimos normalmente determina o que pensamos.

Memória também tem grande parte de responsabilidade pelos nossos pensamentos, mas ela só guarda e traz de volta aquilo que originalmente veio para as nossas mentes através dos olhos e ouvidos. Então, guardar o nosso coração começa quando começamos a guardar os nossos olhos e ouvidos.

Salmo 139.2 e 4 “De longe percebe os meus pensamentos e antes que a palavra chegue à minha língua, tu já a conheces inteiramente”.

É muito interessante que nós permitimos em nossas mentes o que nós não permitimos em nossas ações, porque outras pessoas não podem ver os nossos pensamentos. Mas Deus os vê.

3. Controlando as Emoções (Refreando as emoções)

As emoções que devemos controlar são principalmente a raiva e fúria, os ressentimentos, a autocompaixão e a amargura. Os sentimentos podem ser explosivos como um gênio descontrolado; ou pode ser velado, como a autocomiseração – ambos desagradam a Deus e devem ser alvos do domínio próprio.

Segundo a Palavra, um gênio explosivo é uma contradição na vida daqueles que estão procurando praticar a vida cristã de forma piedosa.

É um problema não apenas porque isso demonstra que a pessoa é desgovernada, mas principalmente porque em geral a situação acaba machucando as pessoas que são os “recipientes” da explosão, quebrando o respeito, criando amargura e destruindo relacionamentos

Pv 16.32 “Melhor é o homem paciente do que o guerreiro, mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade”

Se você tem lutado contra este sentimento que faz você explodir, tente identificar as coisas que o levam a perder o controle – avalie com Deus estas coisas e submeta-se à Palavra de Deus, pagando o preço da construção de uma muralha que vai proteger você de cair.


Veja em que lista Paulo coloca a falta de domínio-próprio:

II Tm 3.2-4 - “OS HOMENS SERÃO EGOÍSTAS, AVARENTOS, PRESUNÇOSOS, ARROGANTES, BLASFEMOS, DESOBEDIENTES AOS PAIS, INGRATOS, ÍMPIOS, SEM AMOR PELA FAMÍLIA, IRRECONCILIÁVEIS, CALUNIADORES, SEM DOMÍNIO PRÓPRIO, CRUÉIS, INIMIGOS DO BEM, TRAIDORES, PRECIPITADOS, SOBERBOS, MAIS AMANTES DOS PRAZERES DO QUE AMIGOS DE DEUS,”

- Deus quer, passo a passo, lhe apontar uma direção clara para mudar sua vida:

1.ADMITA O SEU PROBLEMA:

Tg. 1:14 - “AS PESSOAS SÃO TENTADAS QUANDO SÃO ATRAÍDAS E ENGANADAS PELOS SEUS PRÓPRIOS MAUS DESEJOS”.

Esse é o primeiro passo para desenvolver o domínio próprio.

Entende o que Tiago diz?

Somos responsáveis por nosso comportamento.

Com freqüência tentamos ignorar nossos problemas: “Eu não tenho problema”, tentamos dizer:


Por isso, se você tem um problema a resolver com a comida, bebida, palavras, temperamento, dinheiro, roupas, tempo, sexo, precisa de domínio próprio!

O segundo passo para você desenvolver domínio próprio, e que é muito importante, é o seguinte:

2.DEIXE O PASSADO PARA TRÁS:

Fp. 3:13 –14 - “ESQUECENDO-ME DAS COISAS QUE FICARAM PARA TRÁS E AVANÇANDO PARA AS QUE ESTÃO ADIANTE, PROSSIGO PARA O ALVO, A FIM DE GANHAR O PRÊMIO DO CHAMADO CELESTIAL DE DEUS EM CRISTO JESUS.”

E Paulo realmente tinha muita bagagem pesada para deixar para trás, para conseguir viver, ele era um suicida, torturador. Matou pessoas! Como iria viver com Jesus com esta realidade de passado de pecado?

Não foque no pecado, porque você terá mais pecado! Foque na liberdade, na vida, nas promessas e obras de Jesus!

Se você focar no pecado, você foca na obra do diabo.

Se você foca na redenção, você foca na obra redentora de Jesus!

Qual vai ser sua decisão?

Uma vez fracassado, sempre fracassado!

Isto não é verdade!

Ilustração:

Todo automóvel tem por dentro o retrovisor, nele se vê o que ficou para trás do veículo... se o motorista ficar olhando o retrovisor o tempo todo, vai colidir!.

O maior inventor de todos os tempos, o norte-americano Thomas Edison disse certa vez:“Não diga que foi um fracasso, diga que foi uma lição. Agora você sabe o que não funciona!”


3.CREIA QUE VOCÊ PODE MUDAR.

I Co. 10:13 - “NÃO SOBREVEIO A VOCÊS TENTAÇÃO QUE NÃO FOSSE COMUM AOS HOMENS. E DEUS É FIEL; ELE NÃO PERMITIRÁ QUE VOCÊS SEJAM TENTADOS ALÉM DO QUE PODEM SUPORTAR. MAS, QUANDO FOREM TENTADOS, ELE MESMO LHES PROVIDENCIARÁ UM ESCAPE, PARA QUE O POSSAM SUPORTAR.”

É possível mudar!

Sabe quem não acredita nisto: seu inimigo!

Para mudar e se tornar mais auto controlado, você tem de começar a crer que pode mudar.

Toda mudança começa na mente.

Mudança de mente é METANOIA!
Sua crença se transforma numa profecia que se cumpre:

A pessoa que diz “Eu não consigo”, nunca conseguirá... a que diz: “Eu consigo”, poderá falhar uma, duas, três vezes, mas conseguirá. Neste sentido o “pensamento positivo” funciona.

Você deve focalizar sua mente nas promessas positivas de Deus de ajuda e de força.

Há ainda um outro passo a ser dado pra se tornar mais auto controlado, e é o seguinte:

4.FUJA DAS SUAS ÁREAS DE RISCO:

I Co. 7:5 - “PARA QUE SATANÁS NÃO OS TENTE POR NÃO TEREM DOMÍNIO PRÓPRIO.”

Você sabe onde pode cair.

Fuja das coisas que o tentam – fuja das situações que enfraquecem o seu domínio próprio,

Se não quiser ser picado, fuja das abelhas!

Você pode planejar com antecedência e evitar situações que vão provocar tentações na vida.

Não guarde doces no armário se está fazendo um regime.

Em Ef. 4:27 lemos: “NÃO DÊEM AO DIABO OPORTUNIDADE PARA TENTAR VOCÊS”.

Ilustração:

Uma vez foi perguntado a um homem que havia deixado de fumar, como ele estava se saindo.
Ele disse: “Eu molhei todos os meus fósforos!” Quando chegava a hora de acender um cigarro, a situação estava sob controle.
Coloque água nos seus cigarros!
O que você precisa evitar em sua vida, de que precisa se livrar?
E cuidado com quem você está andando, conversando, a Bíblia diz em

I Co.15:33 - “...AS MÁS COMPANHIAS ESTRAGAM OS BONS COSTUMES."

Agora vamos ao passo final, e esse é o segredo do autocontrole duradouro:


5.DEIXE O ESPÍRITO DIRIGIR SUA VIDA:

Gl. 5:16 -“VIVAM PELO ESPÍRITO, E DE MODO NENHUM SATISFARÃO OS DESEJOS DA CARNE.”-

Observe a seqüência nesse verso, ela é muito importante:

Gl. 5:17 - “POIS A CARNE DESEJA O QUE É CONTRÁRIO AO ESPÍRITO; E O ESPÍRITO, O QUE É CONTRÁRIO À CARNE. ELES ESTÃO EM CONFLITO UM COM O OUTRO, DE MODO QUE VOCÊS NÃO FAZEM O QUE DESEJAM.”

Só por Deus mesmo!

Temos uma promessa aqui: você NÃO SATISFARÁ os desejos da natureza humana.

Observe que não diz que você não terá esses desejos (pessoas cheias do Espírito de Deus ainda vão ter os desejos da carne), mas não os satisfarão mais.

O que você pensaria se eu dissesse: “Primeiro vou sarar e depois vou consultar o médico”?

Você diria que fiquei louco. É uma idéia ridícula: “Estou me sentindo melhor, por isso vou tomar o remédio”.

6. Controle sua lingua.


Pois todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, esse é homem perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo. Tg 3.2

7. Jejum.
a) O jejum é utilizado para enfraquecer a nossa carne (Salmo 109.24) “Os meus joelhos estão enfraquecidos pelo jejum, e a minha carne perde a sua gordura”.

b) Para quebrantar nossa vida, ou seja, humilhar-nos (Salmo 35.13)

“ humilhava-me com o jejum, e orava de cabeça sobre o peito”.


c) Castigar a nossa alma (Salmo 69.10-11), isto significa levar a nossa alma ao pó.
enfraquecer a própria carne.

Há épocas na vida do crente em que ele precisa humilhar a carne, pois parece que as concupiscências da carne estão mais fortes que a sua possibilidade de dominá-las.

Há fases na vida do crente em que ele tem dúvidas ou tentações mais difíceis para resolver. O jejum enfraquecerá a carne e assim o crente terá menos conflitos com ela (Sal 109:24).

O exame da palavra ‘jejum’ no grego e os casos de jejum na Bíblia podem ajudar-nos a entender que o jejum é a prática voluntária de abster-se de comida e/ou prazeres da vida com o propósito de separar-se para Deus e à concentração de alvos espirituais, particularmente a necessidade de vencer inimigos espirituais e controlar as concupiscências da carne (Cloud).

CONCLUSÃO:

São 7 passos, mas você pode dar um de cada vez.... agora, precisam continuar sua caminhada de recuperação.

Minha recuperação já COMEÇOU!


DEUS TEM O PODER DE MUDAR SUA VIDA HOJE! CREIA!

Retirado do site http://pramatos.blogspot.com.br

FRUTO DO ESPIRITO: MANSIDÃO


Resultado de imagem para fruto do espirito

SEMEIE MANSIDÃO EM MEIO A UM MUNDO VIOLENTO


“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança” - Gálatas 5.22


INTRODUÇÃO:

1.Mansidão não é mansidão :

•Indolência ou apatia. Não significa que você será insensível às pessoas ou às situações. Mas, que suas reações estarão sob controle.

•Omissão. Não é fugir deliberadamente de um conflito para não se incomodar. Tem pessoas que dizem: “Faço qualquer coisa para não entrar numa briga”. No entanto, deixam de dar sua contribuição para resolver o conflito.

•Autocomiseração. Há pessoas que sofrem agressões, não reagem, mas ficam depois lamentando com os outros, para que tenham pena dela. Isto é uma forma velada de orgulho e não de mansidão.

•Uma atitude natural. Isto é, não existem pessoas naturalmente mansas. Todos devem aprender a desenvolver esta virtude. Há pessoas mais ou menos explosivas. Mas, todos nos irritamos quando contrariados. A diferença é que uns explodem e outros engolem.
2. O que é Mansidão :
.No hebraico temos três palavras para mansidão: anaw, que aparece vinte vezes no Antigo Testamento com sentido de manso, humilde e até mesmo pobre; é traduzida por mansos (Sl 25:9; 37:11), humildes (Sl 76:9; 147:6) e pobres (Jó 24:4).

anavah,aparece 4 vezes com sentido de gentileza, humildade, – significando gentileza, humildade (Pv 15:33; 18:12; 22:4) e mansidão (Sf 2:3).

e anvah, duas vezes que significa suavidade, brandura. mansidão, suavidade e brandura (Sl 45:4; 18:35)

Mansidão no hebraico significa gentileza, humildade, suavidade, brandura (Pv.15:33; 18:12; 22:4; Sf.2:3; Sl.18:35; 45:4).

.No Novo Testamento a expressão do grego é praütes ou Praotes. Seu significado nos escritos gregos seculares não consiste só no comportamento exterior da pessoa;

No grego ela tem o mesmo significado (Mt.5:5; 11:29; 21:5; 1Co.4:21; 2Co.10:1; Gl.5:22).
- Com base na palavra original grega utilizada no Novo Testamento, a palavra MANSIDÃO significa literalmente FORÇA SOB CONTROLE
- Essa palavra era utilizada em referencia a um cavalo selvagem que foi domado ou subjugado
- O cavalo domado continua tendo tanta força e energia como quando era selvagem, mas agora ele pode ser controlado e pode ser útil ao seu dono.
- Ser manso não significa ser fraco
- Ser manso não significa ser covarde
- Interessante que apensas duas pessoas na Bíblia foram chamadas de mansas – JESUS E MOISÉS
- E nenhuma delas foi fraca
- Ambos foram homens muito fortes, másculos

R. N. Chaplin comenta: “Trata-se de uma genuína falta de maldade e aspereza, de mistura com as qualidades da paciência e da gentileza. Trata-se de uma submissão do espírito humano para com Deus; e, em seguida, para com o homem. A mansidão é resultado da verdadeira humildade, por causa do reconhecimento do valor alheio, com a recusa de nos considerarmos superiores. Deus é a fonte dessa graça, e Cristo Jesus é o seu exemplo supremo, o que demonstrou em todo o seu modo de tratar os homens.”


Mansidão é suavidade, indulgência para com o fraco e errado, sofrimento paciente ao receber injúrias sem sentir um espírito de vingança e até equilíbrio em todas as paixões e temperamento, o completo oposto de raiva. (Clarke)

PRAUTĒS COMO É DEFINIDA PELOS SÁBIOS GREGOS

1.Para descrever pessoas ou coisas que têm nelas uma certa qualidade tranqüilizadora. Por exemplo, ter uma conduta humilde e amável que acalma a irritação de outros.

2.Para descrever a gentileza de conduta, especialmente por parte das pessoas que têm o poder de atuar de outra maneira. Por exemplo, um rei perdoando a um servo que falhou em uma tarefa.

•O rei tem a autoridade e o poder para castigar
•Mas escolhe em lugar disso mostrar bondade e perdão
Tal rei seria gabado por seu comportamento gentil e humilde.

3.Para descrever a habilidade de receber comentários cruéis com bom coração. Por exemplo, quando é enredado em controvérsia. Ser capaz de discutir coisas sem perder o temperamento devido a observações pessoais cruéis e injustas.

4.Com mais freqüência, para descrever o caráter no qual a fortaleza e a mansidão estão perfeitamente combinadas. Por exemplo, um cavalo obediente às rédeas, um cão guardião amigável para a família que o possui. Apesar de estar presente grande força, é temperada por um espírito gentil;

5.Aristóteles disse sobre "prautēs." "A capacidade para suportar recriminações e ofender com moderação, sem embarcar em vinganças rapidamente, e não ser provocado facilmente à irritação, mas ser estar livre de amargura e de contenção, tendo tranqüilidade e estabilidade no espírito." (Sobre Virtudes e Vícios)

Isto não implica que nunca há um lugar para a irritação no homem gentil. Certamente a pessoa que mostra "prautēs" se zanga "pelo motivo correto, e contra as pessoas corretas, e da maneira correta, e no momento correto, e pelo tempo correto." (Aristóteles, Ética a Nicómaco)


C. S. Lewis diz: “Quando dois seres humanos vivem juntos por um tempo, normalmente acontece que cada um tem expressões faciais e tom de voz quase insuportáveis ao outro”.

Em outras palavras, basta convivermos com outros para termos motivos de irritação e impaciência. Creio que você concorda com esta afirmação. Lembre-se um pouco como são suas relações em casa ou no trabalho.

Creio que você também concorda que quem vive se irritando com os outros, não é uma pessoa feliz. Por isso Jesus diz: Feliz é aquele que convive com pessoas com uma atitude mansa.
Circunstâncias também nos irritam.

3. EXEMPLOS DE MANSIDÃO NA BÍBLIA
Mansidão é uma qualidade espiritual produzida na pessoa cujo coração está submisso à atuação do Espírito Santo.

EXEMPLOS DE MANSIDÃO NA BÍBLIA
1.ABRAÃO - Então Abrão disse a Ló: "Não haja desavença entre mim e você, ou entre os seus pastores e os meus; afinal somos irmãos! Aí está a terra inteira diante de você. Vamos separar-nos. Se você for para a esquerda, irei para a direita; se for para a direita, irei para a esquerda". Gn 13.8-9
Deu o direito de escolha ao seu sobrinho Ló, quando ele mesmo poderia ter escolhido as campinas do Jordão.
2. MOISÉS - Ora, Moisés era um homem muito paciente, mais do que qualquer outro que havia na terra. Nm 12.3
A mansidão não veio naturalmente para Moisés. Ele havia sido treinado como um príncipe egípcio, e tinha excelente auto-estima como jovem governante. Num momento de descontrole, matou um egípcio que maltratava um israelita (Exo. 2:12). Ele pensou que sabia como cuidar do povo de Deus e resolver as batalhas dEle. Esse homicídio levou-o a fugir para o deserto a fim de salvar sua vida. Foi lá que sua educação se tomou completa. Moisés teve que desaprender muitas das lições que lhe foram ensinadas na elite da Universidade do Egito. Foi naquele intervalo de 40 anos, longe do poder, que ele aprendeu a mansidão, como pastor de ovelhas.
Um exemplo da mansidão de Moisés encontra-se no relato de Números 13:1-8, quando seus irmãos Arão e Miriam o criticaram. Ele poderia repreendê-los, mas com humildade preferiu ficar quieto.
Em outras ocasiões, quando as circunstâncias o exigiram, nós vemos Moisés agindo com rigor. Diante da idolatria do povo, construindo para si um bezerro de ouro e adorando-o, quebrando, assim a aliança com Deus, reage com uma ira santa (Ex 32.19-20,25-28).
3.DAVI - Então Saul tomou três mil de seus melhores soldados de todo o Israel e partiu à procura de Davi e seus homens... Hoje o rei pode ver com seus próprios olhos como o SENHOR o entregou em minhas mãos na caverna. Alguns insistiram que eu o matasse, mas eu o poupei... "Você é mais justo do que eu", disse a Davi. "Você me tratou bem, mas eu o tratei mal. Você acabou de mostrar o bem que me tem feito; o SENHOR me entregou em suas mãos, mas você não me matou. 1 Sm 24.2,10,17-18

Mesmo tendo sido ungido rei de Israel, Davi abriu mão de sua posição, foi perseguido e sofreu nas mãos de Saul.
4.ESTÊVÃO - Enquanto apedrejavam Estêvão, este orava: "Senhor Jesus, recebe o meu espírito". Então caiu de joelhos e bradou: "Senhor, não os consideres culpados deste pecado". E, tendo dito isso, adormeceu. At 7.59-60

Apedrejado por amor a Cristo, perdoou os seus algozes.
5.JESUS - "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.
Mt 11.28-29
Os judeus aguardavam um Messias que os libertaria do poder de Roma através da força armada.
A vida de Cristo foi o exemplo por excelência de mansidão. Vemos isso em todos os lugares dos Evangelhos.
Percebemos isso em Sua reação com as pessoas, especialmente quando Ele sofreu perseguição, desprezo e escárnio.
"Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem". Sendo Deus, Jesus tinha poder para vingar-Se daqueles que zombavam dEle enquanto morria. Mas Ele preferiu não fazê-lo. Ele preferiu morrer até mesmo por aqueles que estavam maldosamente usando e abusando dEle.
Ao mesmo tempo em que a mansidão de Jesus é vista em relação a outras pessoas, ela é até mais evidente em Sua submissão ao Pai. No Getsêmani,

três vezes ele orou para permanecer submisso à vontade de Seu Pai. Embora fosse um Homem destemido e de grande firmeza de caráter, Jesus foi submisso a Deus. Sua mansidão estava evidente em tudo que fazia e dizia. (Fp 2.5-8

há um espírito oposto atuando em nosso mundo.

A violência nos cerca de todos os lados e se manifesta em todos os lugares do mundo. Para semearmos mansidão e podermos colher os seus frutos, precisamos ser mansos. Não podemos semear aquilo que não possuímos. Mansidão é fruto do Espírito, logo não pode ser desenvolvido através do nosso esforço, mas pode ser recebido por meio da poderosa obra do Espírito Santo em nossas vidas.


Texto Bíblico: 1 Samuel 25


PARA SEMEAR MANSIDÃO EM MEIO A UM MUNDO VIOLENTO...


1.ENCARE OS PROBLEMAS COMO OPORTUNIDADES - 1 Samuel 25. 14 - 18.

“Um dos servos disse a Abigail, mulher de Nabal: "Do deserto, Davi enviou mensageiros para saudar o nosso senhor, mas ele os insultou. No entanto, aqueles homens foram muito bons para conosco. Não nos maltrataram, e, durante todo o tempo em que estivemos com eles nos campos, nada perdemos.

Dia e noite eles eram como um muro ao nosso redor, durante todo o tempo em que estivemos com eles cuidando de nossas ovelhas. Agora, leve isso em consideração e veja o que a senhora pode fazer, pois a destruição paira sobre o nosso senhor e sobre toda a sua família.

Ele é um homem tão mau que ninguém consegue conversar com ele”. Imediatamente, Abigail pegou duzentos pães, duas vasilhas de couro cheias de vinho, cinco ovelhas preparadas, cinco medidas de grãos torrados, cem bolos de uvas passas e duzentos bolos de figos prensados, e os carregou em jumentos”.

Abgail era uma mulher que possuía em seu caráter mansidão. E ela sabe como resolver a situação.

Ela vê este problema como uma oportunidade para servir a Davi.
Ela poderia ter tido outra reação.
Quantas pessoas que diante dos problemas em vez apaziguar a situação pioram.



2.IDENTIFIQUE A FONTE DOS PROBLEMAS COM HONESTIDADE E CORAGEM - 1 Samuel 25. 19.
“E disse a seus servos: "Vocês vão na frente; eu os seguirei". Ela, porém, nada disse a Nabal, seu marido”.



3.REGUE A VIOLÊNCIA COM MANSIDÃO - 1 Samuel 25. 23–25; Provérbios 15.1
“Quando Abigail viu Davi, desceu depressa do jumento e prostrou-se perante Davi, rosto em terra”. Ela caiu a seus pés e disse:

"Meu senhor, a culpa é toda minha. Por favor, permite que tua serva te fale; ouve o que ela tem a dizer. Meu senhor, não dês atenção àquele homem mau, Nabal. Ele é insensato, conforme o significado do seu nome; e a insensatez o acompanha. Contudo, eu, tua serva, não vi os rapazes que meu senhor enviou."

“A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira”.

Que grandeza de espírito tem esta mulher, em meio há uma tempestade de fúria ela é capaz de ser mansa. Semeia paz.

Transforma a violência e a fúria de um homem por meio da mansidão.

Ilustração: Syndey Harris, colunista de uma agencia de noticias americana, conta que acompanhou um amigo a uma banca de jornal e viu seu amigo cumprimentar o vendedor cortesmente. Contudo, em troca recebeu uma atenção ríspida, mal educada, e o jornal sendo rudemente jogado na direção dele. O amigo de Harris educadamente sorriu e desejou ao homem um bom fim-de-semana.
- Ele sempre o trata assim rudemente?
- Sim, infelizmente, ele me trata assim
- Você sempre o trata com tanta educação e amizade?
- Sim
- Por que você é tão gentil com ele se ele é tão grosseiro com você?
- Preste atenção – vale a pena: porque eu não quero que ele decida como eu vou reagir.
- Isso é mansidão
- É força controlada
- É escolher a maneira de reagir com as pessoas
- Isso é escolher ação em vez de reação.



4.PERMEIE A MANSIDÃO COM A SABEDORIA DE DEUS - 1 Samuel 25. 24 - 31.


“Ela caiu a seus pés e disse: "Meu senhor, a culpa é toda minha. Por favor, permite que tua serva te fale; ouve o que ela tem a dizer. “Meu senhor, não dês atenção àquele homem mau, Nabal. Ele é insensato, conforme o significado do seu nome; e a insensatez o acompanha. Contudo, eu, tua serva, não vi os rapazes que meu senhor enviou. "Agora, meu senhor, juro pelo nome do SENHOR e por tua vida que foi o SENHOR que te impediu de derramar sangue e de te vingares com tuas próprias mãos. Que teus inimigos e todos os que pretendem fazer-te mal sejam castigados como Nabal. E que este presente que esta tua serva trouxe ao meu senhor seja dado aos homens que te seguem. Esquece, eu te suplico, a ofensa de tua serva, pois o SENHOR certamente fará um reino duradouro para ti, que travas os combates do SENHOR. E em toda a tua vida, nenhuma culpa se ache em ti. Mesmo que alguém te persiga para tirar-te a vida, a vida de meu senhor estará firmemente segura como a dos que são protegidos pelo SENHOR, o teu Deus. Mas a vida de teus inimigos será atirada para longe como por uma atiradeira. Quando o SENHOR tiver feito a meu senhor todo o bem que prometeu e te tiver nomeado líder sobre Israel, meu senhor não terá no coração o peso de ter derramado sangue desnecessariamente, nem de ter feito justiça com tuas próprias mãos. E, quando o SENHOR tiver abençoado a ti, lembra-te de tua serva".



5.ADICIONE À MANSIDÃO PACIÊNCIA E PRUDÊNCIA - 1 Samuel 25. 36
“Quando Abigail retornou a Nabal, ele estava dando um banquete em casa, como um banquete de rei. Ele estava alegre e bastante bêbado, e ela nada lhe falou até o amanhecer”.





6.CONFIE NA INTERVENÇÃO DIVINA - 1 Samuel 25. 37, 38.
“De manhã, quando Nabal estava sóbrio, sua mulher lhe contou tudo; ele sofreu um ataque e ficou paralisado como uma pedra. Cerca de dez dias depois, o SENHOR feriu Nabal, e ele morreu”.


5. Quatro breves conselhos:
• Olhe os outros com amor imaginativo
Aprenda a olhar para pessoas irritantes com olhos de amor imaginativo. Por exemplo, suponha que você tenha à sua frente na faixa da esquerda um carro andando a 60 km/h. Em vez de punir aquele motorista, colando na traseira e dando sinal de luz, tente imaginar aquela pessoa como um vovô. Um vovozinho querido. Bom, a gente não costuma tratar com grosseria os vovôs das pessoas. Normalmente nós os tratamos com cuidado e paciência. Uma das razões porque o amor é paciente e bondoso (1 Co 13) é porque o amor crê e espera o melhor dos outros. O amor é imaginativo.
• Coloque seus pensamentos nas coisas do alto
Nós podemos colocar nossos pensamentos nas coisas do alto onde Cristo está assentado à direita de Deus (Cl 3.1). Isto significa que vamos alargar nossa perspectiva e elevar nossas esperanças. O Reino de Deus está às portas e os propósitos de Deus se cumprirão completamente. Sob esta perspectiva, tráfego lento não significa nada. O mesmo pode ser aplicado par uma repreensão indevida, ou para hábitos irritantes de nossos amigos. Estas coisas são como uma moeda de 5 centavos que cai do bolso. “Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada” (Rm 8.18).
E quanto às grandes ofensas, contra nossa dignidade – estas importam e importam muito! Quem sabe você as recrimine. Mas, quem sabe você possa perdoá-las. Quem sabe você lute para que a justiça seja feita. E pode ser que a justiça se faça. Mas, quem sabe não! Quem sabe a justiça se fará somente no dia do julgamento de Deus. Bom, até aquele dia você precisa de um lugar para colocar sua ira. “Uma vez que vocês chamam Pai aquele que julga imparcialmente as obras de cada um, portem-se com temor durante a jornada terrena de vocês” (1 Pe 1.17).
• Olhe o exemplo de outras pessoas
Você pode aprender a ser manso olhando para o exemplo de outras pessoas mansas (Tg 5.7-11). Ao nosso redor existem pessoas maravilhosas, que têm desenvolvido uma atitude dócil para com a vida. Nós podemos observá-las e aprender com elas a sermos mais mansos. Se você tem convivido com alguém assim, você sabe que ela pode até ficar irritada com você, mas ela jamais vai despeja sua ira em você. Pois ela consegue ver o seu potencial e a sua essência. Ela consegue ver que você é uma obra única do Criador.
Nós podemos aprender de pessoas que nos tratam assim. Aprender a ser manso é como aprender um instrumento musical. Você precisa de um ou dois bons professores e depois você precisa de muita prática.
• Olhe para Jesus
Mansidão é próprio de pessoas que morreram e ressuscitaram com Cristo. Para produzir o fruto do Espírito “mansidão”, importa que você mantenha os seus olhos em Jesus e faça o que ele fez. Você não será manso olhando para si mesmo e confiando na sua capacidade pessoal. Olhando para Jesus, você verá que ele “quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça” (1 Pe 2.23). As injustiças que ele sofreu foram muito maiores que as nossas, mas para cumprir o plano de Deus, ele suportou tudo e confiou que Deus faria o resto. Nós temos unido nossas vidas a Jesus. Desta forma faremos o que ele fez. E aquele que julga com justiça defenderá nossa causa.
Hoje nós vamos considerar seis tipos de pessoas com as quais você pode praticar a mansidão.
- São pessoas com as quais você entra em contato o tempo todo
1º SEJA COMPREENSIVO E NÃO EXIGENTE
- Quando alguém o serve, seja compreensivo e não exigente
Filipenses 2:4-5 – Não pensem unicamente em seus próprios interesses, mas preocupem-se também com os outros e com o que eles estão fazendo.
Como você trata as pessoas que lhe prestam algum serviço?
- Como você trata os garçons e garçonetes?
- Como você trata as balconistas?
- Como você trata a secretária?
- Como você trata os caixas de banco
- Como você trata as outras pessoas que te servem?
- Você é rude e exigente?
- Ou você é indiferente e impessoal, como se simplesmente as pessoas fizessem parte do mobiliário?
- Você compreende que aquela determinada pessoa pode ter tido um dia difícil também? Ou você pensa apenas em você?
A primeira maneira de desenvolver a mansidão é procurar compreender as pessoas que o servem.
- Eu era considerado o terror dos garçons, mas eu aprendi o segredo de ser realmente bem servido no restaurante.
- Sabe qual é? Trate quem o serve com respeito
- É espantoso como os garçons e garçonetes se tornam mais prestativos quando você considera seus sentimentos e quando você procura compreender as pressões que eles sofrem.
- Olhar além das necessidades deles e de sua agenda exige um pouco de esforço, mas os resultados valem a pena.
Em primeiro lugar você deve ser manso em casa.
- A Bíblia diz em I Pedro 3:4 que as esposas devem se adornar com um ESPIRITO MANSO E TRANQUILO.
- Isso tem mais valor do que qualquer roupa que você use ou qualquer perfume que passe no corpo.
- A mansidão é um atributo atraente na mulher
A Bíblia diz aos maridos em I Pedro 3:7 – versão Phillips: De modo semelhante, vocês, maridos, devem procurar compreender as esposas com quem vivem, honrando-as por serem fisicamente mais fracas, porém co-herdeiras da graça da vida. - Se vocês não fizerem isso, descobrirão que é impossível orarem juntos de modo adequado.
- Seja compreensivo, e não somente exigente com as pessoas que o servem e para com as pessoas que convivem com você
2º SEJA COMPLACENTE E NÃO CRÍTICO
- Quando alguém o desapontar, seja complacente e não critico
Em Gálatas 6:1-2 – Se alguém for surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, corrigi o tal com espírito de mansidão. Mas olha por ti mesmo, para que não sejas também tentado.
- O que Paulo está se referindo nessa passagem pode muito bem ser a tentação de ser critico, de ser mais santo do que o outro.
- E essa é uma reação errada para um cristão em relação a um irmão ou irmã em Cristo que está lutando com o pecado
Romanos 14:1 diz: Ora, quanto ao que é fraco na fé, recebei-o, mas não para condená-lo em questões discutíveis.
- Nós nos expomos ao ataque de Satanás em nossas próprias áreas de fraqueza no momento que começamos a condenar os outros
Vou fazer uma pergunta: qual é a sua reação diante de pessoas que têm a vida toda bagunçada?
- Você pensa secretamente: Eu não disse? Ou Eu já sabia! Ou Ele merece ou Como pode ser tão tolo?
- Você tem um sentimento interior de superioridade?
Exemplo da mulher adultera
- A reação de Jesus para com a mulher apanhada em adultério foi cheia de sensibilidade
- Ele defendeu a mulher na frente dos outros e, então, depois que a multidão partiu, ele conversou com ela em particular sobre o seu pecado.
- Jesus foi manso e não critico.
Por que nós devemos nos esforçar para não sermos críticos?
- Porque foi assim que Cristo nos tratou
Veja Romanos 15:7: Portanto, recebei-vos uns aos outros, como também Cristo nos recebeu para glória de Deus.
- Você sabe, Deus tolera muitas coisas que nós fazemos
- E se Deus tolera as nossas inconstâncias e fraquezas, nós podemos aprender a tolerar as falhas dos outros.
- Sempre que você se sentir tentado a julgar outra pessoa, faça uma pausa para lembrar quanto Deus já lhe perdoou.
- Quanto mais você reconhecer a graça de Deus para com você, mais tolerante você será com os outros.
- Você se tornará mais manso quando for compreensivo e não exigente com as pessoas que te servem
- E quando as pessoas te decepcionarem, você se tornará mais manso se agir com compreensão e não julgá-las.
- Você não deve insistir, mas antes esquecer!
- Deus é invariavelmente manso com você
- E ele quer que você seja manso com os outros
3º SEJA DELICADO SEM SER DERROTADO
- Quando alguém discordar de você, seja delicado sem ser derrotado
- É um fato da vida que você nunca poderá agradar todo mundo
- Você sempre vai conhecer pessoas que gostam de discutir e brigar com você
- Algumas dessas pessoas vão contradizê-lo em tudo o que você disser
Como você deve reagir diante dessas pessoas?
- Uma das provas da maturidade espiritual é a forma de lidar com pessoas que discordam de você.
- Algumas pessoas sentem a necessidade de arrasar a todos os que discordam delas.
- Se uma pessoa a desafia...
- Se uma pessoa fica fazendo comparações
- Se uma pessoa reclama ou a critica,
- Ela responde com um ataque pessoal ofensivo
- Ou seja, ela está sendo igualzinha a outra pessoa
- Ela ta atacando pra se defender, e não percebe que está sendo igual a outra.
Então o que nós devemos fazer? Você tem Três alternativas:
- Pode retroceder com medo
- Reagir com Ira
- Ou responder com mansidão.
- Muitas pessoas preferem retroceder ou reagir
- Poucas pessoas sabem responder com mansidão.
- Se eu desistir e retroceder com medo diante de pessoas briguentas, é como se eu dissesse: Está bem, seja como quiser. - Paz a qualquer preço custa caro a qualquer relacionamento
- Já se você reagir com ira, você irá em frente e atacará sempre que alguém se opuser a você.
- A ira é geralmente um sinal de que você se sente inseguro e está ameaçado pela desaprovação de alguém.
- E a ira é uma luz vermelha que diz que você vai perder alguma coisa...
- geralmente é a auto-estima que gente perde
- Quando as pessoas ficam iradas, a reação mais comum é tornar-se sarcástico e atacar a dignidade do outro.
- A terceira alternativa, é responder com mansidão.
- Esse é o método que Deus quer que você escolha na hora da oposição
- Esse tipo de reação exige um excelente equilíbrio entre a manutenção do seu direito de ter opinião e o respeito do direito do outro também ter opinião.
- É necessário ser compassivo sem abrir mão das convicções.
Provérbios 15:1 – A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.
- Eu tenho certeza de que você já descobriu isso em sua experiência de vida.
- Eu já descobri
- Quando alguém faz uma pergunta, se você responder com arrogância, a pessoa provavelmente vai desafiá-lo
- Mas, se você responder com mansidão, a pessoa provavelmente vai se abrir para você.
- Quando você grita com os outros eles se colocam na defensiva
Atente para o que Tiago 3:16-17 diz: Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins.17 A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento.
Tiago destaca a causa das brigas e discussões:
- Egoísmo, querer fazer do nosso jeito e exigir que os outros concordem conosco.
- Mas ele continua dizendo que se você for sábio, você será pacifico, puro, manso e simpático.
- Eu conheço uma porção de pessoas muito inteligentes, mas também muito chatas.
- Sabem tudo
- Não são simpáticas
- Não são pacificas
- Não são mansas
- Andam por ai tentando impressionar a todos com o seu conhecimento
- Se você realmente for sábio, você será manso.
Ilustração: George Patton escreveu o livro: Princípios de Patton, um livro para os lideres que estão dispostos.
- Um dos princípios que ele apresentava é: Nunca entre numa luta quando você não vai ganhar ao vencer.
- Você sempre enfrenta esse tipo de batalhas em seu casamento
- Você já discutiu por causa de uma data sem sentido?
- Foi em 1982
- Não, foi em 1983
- Não, não, não foi. Foi em 1982
- Negativo...
- Quer ver, vou pegar a anotação. Viu sua burra.
- Que importa isso?
- Nunca entre numa batalha em que você não vai ganhar nada
- O relacionamento com o seu cônjuge têm mais valor que aquilo que você está querendo provar.
- A maior parte do tempo nenhum dos dois realmente se importa quando isso aconteceu
Exemplo: Talvez você e o seu cônjuge já tinham estado em um jantar, em que seu cônjuge começou a contar uma historia. Você diz: Querida, não foi assim. Lembre-se: foi a tia Maria, não a tia Suzana.
- Você acha que os outros que estão ouvindo se importam qual foi a tia? Não! De maneira nenhuma. Não deixe que o seu ego se envolva. Seja sábio. Seja manso.
- A mansidão é a capacidade de discordar agradavelmente.
- Você pode andar de mãos dadas com alguém sem olhar olho no olho
- Afinal, se duas pessoas concordarem em tudo, uma delas não é necessária.
- A mansidão é a capacidade de discordar de maneira agradável.
Escrevendo a Timóteo, Paulo disse: E ao servo do Senhor não convém contender, mas, sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; 25 instruindo com mansidão os que resistem, a ver se, porventura, Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade. II Timóteo 2:24-25
- Paulo está dizendo que a mansidão é uma qualificação da liderança espiritual
- Você sabe o que isso significa para mim?
- Significa que, se eu sou líder, eu não devo me envolver em discussões.
- Nós não devemos nos envolver em discórdias sem sentido e em conflitos inúteis.
- Especificamente, esse versículo diz que os pastores devem ser mansos com qualquer oposição à sua liderança e devem instruir com mansidão.
Até agora nós discutimos três aspectos da mansidão:
SER COMPREENSIVO, NÃO EXIGENTE.
SER COMPLACENTE E NÃO CRITICO
SER DELICADO SEM SERV DERROTADO
- Você não precisa abandonar suas convicções, mas precisa ser brando na maneira pela qual as expressa.
Vamos examinar um quarto aspecto: SEJA CAPAZ DE APRENDER E NÃO SEJA INACESSIVEL.
- Quando alguém te corrigir, seja capaz de aprender, não seja inacessível
Em Tiago 1:19 diz: Portanto queridos irmãos, tendo conhecimento disso, todo homem seja rápido para ouvir, mas lento para usar sua língua e lento para se irritar. (Versão Phillips)
- Se você fizer as duas primeiras coisas, a terceira se encaixará naturalmente
- Se você for pronto para ouvir e tardio para responder...
- Você vai demorar muito para perder o autocontrole.
Provérbios 13:18 diz: O que dá ouvidos à correção é honrado.
- Se você quiser ser manso, use os seus ouvidos mais do que a sua boca e esteja pronto para aceitar a correção.
Agora eu quero fazer uma pergunta a vocês maridos: quando a sua esposa faz uma sugestão, você se põe na defensiva?
- Você recebe cada comentário da sua esposa como uma ameaça pessoal a sua masculinidade?
- A palavra grega traduzida por manso às vezes é traduzida por SUBMISSO.
- Eu não gosto da palavra SUBMISSAO porque, infelizmente rima com FROUXIDÃO.
- As pessoas tendem a comparar submissão com fraqueza
- É como se a esposa dissesse ao marido: Você é um homem ou um rato? Vamos, guinche!
Mas Jesus disse: Bem-aventurados os mansos.
- A palavra grega traduzida aqui por MANSO também significa GENTIL
- Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.
O que pensa quando eu digo a palavra manso?
- Provavelmente um capacho
- Talvez você imagine uma pessoa antiquada, sossegada, e sem coragem
- Ou um gatinho encolhido no canto
- Aquele cachorrão grande, mas você bate o pé ele sai correndo.
- Mas Jesus se intitulou manso. E certamente ele não tinha medo de ninguém.
- Os mansos, os gentis, vão herdar a terra porque são pessoas do tipo divino; são como Jesus Cristo.
As pessoas mais sabias que eu conheço são aquelas que querem aprender com as outras
- Elas estão sempre aprendendo
- Eu admiro isso nas pessoas
- Admiro pessoas que têm uma atitude de “ ensine-me”
- Eu descobri que posso aprender com qualquer pessoa
- Você também pode
- Você pode aprender com qualquer um se tão-somente você souber fazer perguntas
- porque, no momento que você parar de aprender na vida, você fracassará!
- Seja capaz de aprender, não seja inacessível
Vou fazer outra pergunta: Com quem você gosta de aprender?
- Você consegue aprender com o seu marido?
- Ou ele te assusta?
- Você consegue aprender com a sua esposa?
- Ou ela te assusta?
- Você consegue aprender com seus filhos?
- Eu tenho aprendido com a Maria Eduarda
Você quer acabar a sua vida sozinho, sem ninguém? Vou te dizer como:
- Nunca admita nenhum erro
- Nunca aprenda nada com ninguém
- Nunca permita que alguém lhe ensine alguma coisa
- Eu garanto que você acabará se tornando uma pessoa muito solitária
- Ninguém tem todas as respostas
- Eu não tenho
- Você não tem
- Ninguém tem
- Por isso, todos nós temos de continuar aprendendo
Ilustração: é como o homem que era testemunha no tribunal e para quem o oficial de justiça disse:
- Você jura dizer a verdade, toda a verdade e nada mais que a verdade, com a graça de Deus?
O homem respondeu:
- Senhor, se eu soubesse toda a verdade e nada mais que a verdade, eu seria Deus!
- Isso é verdade
- Nenhum de nós tem todas as respostas
- Mansidão implica estar pronto a aprender com os outros
- Mansidão é também a disposição de admitir quando se está errado
- Há quanto tempo você não admite que está errado ao seu marido? - Querida eu estava errado.
- tem gente que é cínica. Dizem assim: Você acha que foi culpa minha?
- Há pessoas que estão dizendo isso há anos.
Tiago 1:21 diz que essa também é a atitude que devemos ter quando lemos a palavra de Deus: Recebei com mansidão a palavra em vós implantada.
Observe a palavra MANSIDÃO
- No grego a palavra MANSO é a mesma palavra submisso
- Significa pronto a aprender, não inacessível.
- Quando nos aproximamos da Palavra de Deus, nós devemos nos aproximar dela com uma atitude mansa e humilde dizendo: Deus eu quero ser ensinado.
Quinto Lugar: AJA E NÃO REAJA
- Quando alguém o ferir, aja e não reaja.
- O apostolo Pedro lembrou-se de como Jesus agiu no seu julgamento diante de Pilatos: pois ele, quando ultrajado, não revidava com ultraje; quando maltratado, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga retamente.I Pedro 2:23
- Enquanto Pilatos o questionava, Jesus poderia ter ordenado que todos os anjos do céu descessem e o libertassem imediatamente.
- O julgamento não era nem mesmo legal
- Mas Jesus suportou o julgamento em silencio
Quem estava realmente no controle daquela situação, Pilatos ou Jesus?
- A dinâmica psicológica dessa confrontação é fascinante
- Pilatos estava sendo ameaçado pelo simples fato de que Jesus não falaria para se defender
- Isso deixou Pilatos nervoso
- Em vez de reagir diante de Pilatos, Jesus assumiu o controle da situação preferindo permanecer em silêncio.
- Ele não precisou reagir diante dos insultos de Pilatos porque ele sabia quem exatamente ele era – O FILHO DE DEUS
Quando alguém te ferir aprenda a agir e não reagir.
- A força encontra-se na mansidão
- E mansidão é a capacidade de lidar com a dor sem retaliação
- É a capacidade de absorver o golpe sem revidar
- Jesus chamou isso de VIRAR A OUTRA FACE
- Você diz: Isso não é fácil. Não é mesmo. É quase impossível
- Reagir desse jeito não é natural é sobrenatural
- É fruto do Espírito
- É preciso o poder de Deus para viver dessa maneira
Quando alguém no trabalho te fere pelas costas, o que você faz?
- Saca de suas grandes armas e reage?
- talvez você diga: Esse cara me deixa louco!
- Quando você diz isso, você está admitindo que a outra pessoas está no controle de suas emoções
- Você está reconhecendo que deu a essa pessoa o direito de determinar seus sentimentos e reações.
Lembre-se disto:
- Ninguém pode assumir o seu controle
- Você entrega o controle da sua vida no momento em que começa a reagir
- Se alguém é infiel a você, você reage sendo infiel com a pessoa?
- Aprenda a agir e não a reagir.
A palavra de Deus diz Romanos 12:17-21: A ninguém torneis mal por mal... Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.
- Esse é o poder da ação, não da reação.
- Retaliar é reagir
- Perdoar é agir
- É dizer: Eu escolhi o modo de responder
Ilustração: Syndey Harris, colunista de uma agencia de noticias americana, conta que acompanhou um amigo a uma banca de jornal e viu seu amigo cumprimentar o vendedor cortesmente. Contudo, em troca recebeu uma atenção ríspida, mal educada, e o jornal sendo rudemente jogado na direção dele. O amigo de Harris educadamente sorriu e desejou ao homem um bom fim-de-semana.
- Ele sempre o trata assim rudemente?
- Sim, infelizmente, ele me trata assim
- Você sempre o trata com tanta educação e amizade?
- Sim
- Por que você é tão gentil com ele se ele é tão grosseiro com você?
- Preste atenção – vale a pena: porque eu não quero que ele decida como eu vou reagir.
- Isso é mansidão
- É força controlada
- É escolher a maneira de reagir com as pessoas
- Isso é escolher ação em vez de reação.
Ultimo Lugar: SEJA RESPEITOSO
Há um último tipo de pessoa com a qual você deve praticar a mansidão – os incrédulos
- Quando você estiver dando testemunho, quando você estiver falando de sua fé, respeite e não rejeite.
- Você já observou que várias evangelizações não passam de desprezo mal disfarçado?
- Nós falamos do evangelho com o senso de superioridade
- Você precisa se converter, e vir para o caminho!
- O fato é que as pessoas precisam das boas novas, mas a nossa atitude pode impedir que elas aceitem
- Nós temos que respeitar os incrédulos e não desprezá-los
- Respeitar significa aceitá-los
- Não significa que você tem de aprovar o estilo de vida deles
- Há uma diferença entre aceitação e aprovação
- Eu posso aceitar você como pessoa digna sem aprovar tudo o que você faz
- Eu devo respeitar o seu direito de ser tratado de maneira respeitosa
Em I Pedro 3:15 – Estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós.
- A maneira pela qual você fala do evangelho pode determinar a disposição da pessoa de ouvi-lo
- Na realidade, a sua atitude fala mais alto do que a sua pregação.
Algumas pessoas infelizmente usam o evangelho como marreta
- Há duas maneiras de quebrar um ovo
- Uma delas é simplesmente quebrá-lo
- A outra é colocá-lo em um local quente e confortável para que ele seja chocado e se abra no devido tempo.
- O segundo modo preserva o pintinho, ao passo que o primeiro mata o pintinho.
- Da mesma forma, há duas maneiras de você apresentar as boas novas as pessoas
- Você pode condená-las com a palavra
- Ou você pode amá-las
- A maneira mais eficiente de falar do evangelho com os incrédulos é cercá-los de amor e aceitação enquanto você fala de Deus.
- Seja gentil, respeite e não rejeite
D. T Niles disse: Evangelização é simplesmente um mendigo contando para o outro onde encontrar pão.
Jesus foi gentil e ele deseja que nós sejamos gentis ao falar dele aos outros
- A mansidão era natural em Jesus, mas não é natural em muitos de nós
- Nós temos que aprender a ser mansos
Um dos benefícios positivos de ser tornar mais manso é que você terá um estilo de vida relaxado
- Você se tornará mais adaptável
- Mais capaz de enfrentar o que der e vier
- Se tantas pessoas passam por experiências emocionais difíceis, o motivo é que não são mansas
- Tem pessoas que sempre estão exigindo o seus direitos
- Julgam os outros
- Sempre querem provar que estão certas
- Não querem aprender com os outros
- reagem sempre com ira e com medo
- E raramente tratam os outros com respeito ou dignidade
Você está entendendo como é importante a mansidão para se ter uma vida saudável e feliz?
- Faça um balanço de sua vida por alguns minutos
- Em que relacionamento você encontra dificuldade de ser manso?
- Seja especifico
- Pegue um papel em casa e anote as áreas da sua vida que são problemáticas e coloque esta lista na Bíblia
- Então, enquanto você estiver lendo a palavra e orando, fale com Deus sobre esses relacionamentos e peça ajuda ao Espírito Santo, dizendo eu quero ser manso com essas pessoas.
Lembre-se: Você não vai conseguir sozinho, por mais força de vontade que você tenha
A mansidão é parte do fruto do Espírito.

Retirado do site http://pramatos.blogspot.com.br

FRUTO DO ESPIRITO: FIDELIDADE

Resultado de imagem para fruto do espirito

INTRODUÇÃO
trabalhamos o fruto do espirito na dimensão com Deus. Amor, paz e alegria.
Na dimensão com o próximo. Longanimidade, bondade e benignidade.
Agora vamos analisar em relação a nós mesmos. Mas que tudo estar diretamente relacionado com Deus.fidelidade, mansidão e temperança.
Fidelidade é uma das virtudes mais importantes na vida cristã. Começa com nosso relacionamento com Deus, e então transborda em nosso relacionamento com outros. Deus é absolutamente fiel (Salmo 36:5; 1 Coríntios 1:9 fiel é Deus; 2 Timóteo 2:13 se somos infiéis ele permanece fiel.), e é Seu desejo que, pelo Espírito, essa fidelidade se torne uma parte de nosso caráter também.
Fidelidade mostra que o cristão será uma pessoa fiel em sua palavra e promessas; alguém confiável ou em quem se pode confiar. UMA PESSOA EM QUE DEUS POSSA CONFIAR.
 O cristão é fiel como pessoa; fiel como um vizinho, amigo, pai, cônjuge, filho.
 Ele é fiel em seus contratos; fiel às suas promessas.
 Ninguém que não seja assim fiel pode ser um cristão.
Nos dias em que vivemos, quando metade de todos os casamentos está acabando em divórcio, e com muitas pessoas recebendo punhaladas pelas costas nos locais de trabalho, por parte de pessoas em quem elas pensavam poder confiar, esta qualidade é realmente necessitada em nossa época. Podemos até tornar nossa a oração do Salmista:
“Salva-nos, Senhor, pois não existe mais o piedoso; os fiéis desapareceram dentre os filhos dos homens. Cada um fala com falsidade ao seu próximo; falam com lábios lisonjeiros e coração dobre” (Salmo 12:1-2).
SIGNIFICADO DA PALAVRA
A palavra grega traduzida por fidelidade é pistis. Fidelidade é tanto uma atitude quanto uma ação demonstrada em relação a Deus e aos outros. Esta palavra grega é também a mesma palavra para “fé.” (Mt 23:23; 1Co 13:7, 1Co 13:13).
Fé, como fruto do Espírito é:
 fidelidade,
 veracidade,
 confiabilidade
 É uma graça essencial, fundamental, da vida cristã.
 É uma sincera e inteira entrega a Deus, como a atmosfera espiritual na qual devemos viver.
 É esse depender diário e consciente da ajuda Divina, sem nos alterar nem nos desanimar por causa das tormentas e furacões da vida.
No Novo Testamento a palavra é com freqüência usada como uma convicção ou crença com respeito a Deus e Cristo. Mas também é usada para descrever a qualidade de "fidelidade e devoção". É "o caráter de alguém que pode ser confiável." (THAYER). William Barclay a chama "a virtude da fiabilidade."
Aqui está o que alguns diferentes dicionários da Bíblia e comentários têm a dizer sobre esta qualidade:
Fidelidade torna alguém verdadeiro à sua promessa e fiel à sua tarefa;
Firme, dedicado, seguro e digno de confiança;
Firme, imutável .
Confiabilidade, lealdade e estabilidade.
Deus nos chama para uma vida de fidelidade.

1.Em primeiro lugar, devemos ser fiéis porque Deus é fiel.
Sl 33.4: "As palavras do Senhor são verdadeiras; tudo o que ele faz merece confiança".
# Deus é fiel consigo mesmo. Ele não age hoje segundo um princípio e amanhã segun¬do outro princípio. Ele nunca muda. "Se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira ne¬nhuma pode negar-se a si mesmo" (lI Tm 2.13).

# Deus é fiel no sentido de ser fiel à sua palavra. Cada palavra que ele diz é verdade . Ele é verdadeiro quando fala. Quan¬do o Senhor faz uma promessa, podemos ficar certos de que a cumprirá integralmente. Josué declara esta verdade ao dizer: "Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o Senhor falara à casa de lsrael: Tudo se cumpriu" (Js
(...considerando que Deus quer que sejamos iguais a Ele, o desejo dEle é que sejamos fiéis).

# Deus é fiel para com o seu povo. Inumeráveis são os textos que narram a fidelida¬de que o Senhor teve para com o povo de Israel em toda a sua história. Hebreus estende à igre¬ja uma das promessas do Antigo Testamento: "De maneira nenhuma te deixarei, nunca jamais te abandonarei" (Hb 13.5). Por Deus ser fiel, a igreja pode descansar nele. "Aquele que come¬çou boa obra em vós há de completá-la até o dia de Cristo Jesus" (FI. 1.6).
Assim como Ele é fiel para com seu povo, espera que seu povo o seja para com Ele. Nós que compomos o povo de Deus, devemos estar atentos ao que a Palavra diz: "O que se requer dos despenseiros é que cada um deles seja encontrado fiel" (I Co 4.2).

2.Depois, a fidelidade é que torna a vida muito mais fácil
A infidelidade é a causa de muitos problemas, Pv 25.19: "Num momento de dificuldade, depender de uma pessoa que não merece confiança é como mastigar com um dente estragado, andar com um pé aleijado".

3. Outro motivo por que devemos ser fiéis é que Deus recompensa a fidelidade.
Na parábola dos talentos em Mt 25, Jesus diz que um dia Deus vai nos julgar [mas esse julgamento não vai avaliar nossa capacidade ou boas intenções] - Deus vai nos julgar e nos recompensar de acordo com a nossa fidelidade [a Bíblia diz que o homem fiel será ricamente abençoado].
Portanto, se quiser ser recompensado no céu, deverá ser uma pessoa fiel, confiável


Vamos observar nas escrituras um modelo de fidelidade a Deus. Vamos para Daniel 3.

Os três jovens hebreus provocaram uma nota dissonante no meio daquela sinfonia de servilismo.
Eles se recusam a pecar. Eles são ameaçados. Distoam da multidão. São intransigentes. São inconformistas. A verdade é inegociável. Não transigem com os absolutos de Deus. Não vendem a consciência. Preferem a morte que a infidelidade a Deus. Estão prontos a morrer, mas não a pecar.


a) O v. 12 – a acusação: ingratidão e desrespeito.
b) O v. 15 – A nova oportunidade e a ameaça: morte e impossibilidade de livramento.
c) O v. 16 – Não precisamos defender Deus, apenas honrá-lo:
d) O v. 17-18 – Cabe-nos obedecer a Deus e não administrar as consequências
e) O v. 19-20 – A ira dos homens é louca: aquecer a fornalha sete vezes e atar os homens.

f) O v. 25 – A intervenção do quarto homem é miraculosa: O fogo os livra das cordas e o quarto homem os livra do fogo.

Nesse episódio, aprendemos algumas lições importantes sobre fidelidade:

I.A NOSSA FIDELIDADE A DEUS DEVE SER UMA QUESTÃO INEGOCIÁVEL – V. 12

• Esses três jovens hebreus entendem que agradar a Deus é mais importante do que preservar suas próprias vidas. O principal ensino deste capítulo não é o livramento miraculoso. Não temos dificuldade de acreditar em milagres.

O principal ensino nesta capítulo é que três crentes jovens são tentados a praticar o mal e recusam-se a fazê-lo. Estão dispostos a discordar de todos, ainda que isso signifique uma morte horrível.

“Transigir” não é uma palavra do vocabulário deles. O pecado é pecado, e eles não o cometerão. Estão dispostos a morrer, mas não pecar. Eles não eram produto do meio. Eles estavam cercados de pessoas conformistas, mas eles tinham coragem para ser diferentes.
• A fidelidade deles não era um negócio com Deus. Muitas vezes a fidelidade a Deus pode nos levar para as fornalhas ou mesmo para a cova dos leões. Muitas vezes a fidelidade a Deus pode nos levar a ser rejeitados pelo grupo, a sermos despedidos de uma empresa, a sermos rejeitados na escola ou até mesmo a sermos mal compreendidos na família.

Nosso compromisso não é com o sucesso, mas com a fidelidade a Deus. Há muitas pessoas que conseguem o sucesso, vendendo suas consciências, transigindo com os valores absolutos. Esses moços não!
• Muitos jovens e muitos crentes hoje são tentados a ceder. Jovens cristãos são instados a se embriagarem com os seus amigos ou a perder a virgindade antes do casamento. São tentados a mentir para os pais, a ver filmes indecentes, a ficar sob luzes piscantes e curtir músicas maliciosas. O mundo tem sua própria fornalha ardente à espera daqueles que não se conformam em adorar seus ídolos. É a fornalha de ser desprezado, ridicularizado. Os que são fiéis a Deus são chamados de retrógrados. Para muitos crentes a pressão parece irresistível. Mas fidelidade é uma questão inegociável.

I.A NOSSA FIDELIDADE A DEUS DEVE SER UMA QUESTÃO INEGOCIÁVEL – V. 12

II. A NOSSA FIDELIDADE NÃO NOS ISENTA DE PROBLEMAS , MAS NOS PROVE PROVISAO NO MEIO DOS PROBLEMAS – V. 21,25
• Deus não livrou os seus servos da provação, mas preservou-os na provação. Ele não impediu que os seus servos fossem atados, mas o fogo que devia destruí-los teve que livrá-los das cordas.
• Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. O Senhor está acima de tudo e nada pode transtornar os seus planos. A inveja e o ódio dos acusadores, a ira e a arrogância do rei, as cordas dos algozes e as chamas do fogo. Tudo está sob o controle de Deus.
• Deus não livrou esses moços da ameaça nem os impediu de cair na fornalha. Mas os livrou na farnalha. Ser crente não é ser poupado dos problemas, das provas, das aflições, dos problemas financeiros, dos problemas de saúde, dos problemas familiares. Mas ser crente é experimentar o livramento de Deus nos problemas.
• Os jovens foram jogados na fornalha, mas o quarto homem os livrou na fornalha. O fogo os libertou das amarras e o quarto homem os libertou do fogo. O próprio Nabucodonosor que disse: “E quem é o Deus que vos poderá livrar das minhas mãos” (v. 15) agora, precisa dizer: “Bendito seja o Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego o qual enviou o seu anjo e livrou os seus servos que confiaram nele” (v. 28).
I.A NOSSA FIDELIDADE A DEUS DEVE SER UMA QUESTÃO INEGOCIÁVEL – V. 12

II. A NOSSA FIDELIDADE NÃO NOS ISENTA DE PROBLEMAS , MAS NOS PROVE PROVISAO NO MEIO DOS PROBLEMAS – V. 21,25
III. A NOSSA FIDELIDADE A DEUS, NÃO ESTA BASEADA SIMPLISMENTE NO QUE DEUS FAZ, MAS NO QUE ELE É – v. 17-18
• Aqueles jovens não serviam a Deus por causa dos benefícios recebidos de Deus. A religião para eles não era um negócio lucrativo. Eles serviam a Deus por causa do caráter de Deus. A vida deles não girava em torno do bem estar deles. O grande objetivo da vida deles era honra a Deus a despeito das circunstâncias adversas.

• Nabucodonosor tenta intimidá-los, dizendo que Deus nenhum podia livrá-los da sua mão (v. 15). Mas eles, não precisam defender a reputação de Deus, apenas obedecê-lo (v. 16-17). Eles honram a Deus não pelo que Deus possa lhes dar, mas por quem é (v. 18).

• Eles estão prontos a honrarem a Deus em toda e qualquer circunstância. As consequências pertencem a Deus. Nosso dever é fazer o que é certo. Não importa o custo e as consequências. É melhor ser morto prematuramente e encontrar o reto juíz em paz, do que viver um pouco mais e encontrá-lo em terror.

• Ter fé é confiar que a nossa vida está nas mãos de Deus. Ele faz o que lhe apraz. Não significa: Deus está nas minhas mãos e ele tem que fazer o que eu quero.
• Durante vinte séculos, os regimes totalitários disseram aos cristãos que estes deveriam conformar-se com suas exigências ímpias ou morreriam. Nunca isto foi tão verdadeiro como no século XX. Mais da metade de todos os mártires da história viveram no século passado. Em muitos países ainda o povo de Deu sofre perseguições. Definham nas prisões, suportam a dor de perderem seus filhinhos, gritam sob tortura e morrem horrivelmente. Enfrentam a morte para não serem infiéis a Deus.
I.A NOSSA FIDELIDADE A DEUS DEVE SER UMA QUESTÃO INEGOCIÁVEL – V. 12

II. A NOSSA FIDELIDADE NÃO NOS ISENTA DE PROBLEMAS , MAS NOS PROVE PROVISAO NO MEIO DOS PROBLEMAS – V. 21,25
III. A NOSSA FIDELIDADE A DEUS, NÃO ESTA BASEADA SIMPLISMENTE NO QUE DEUS FAZ, MAS NO QUE ELE É – v. 17-18
IV. QUANDO SOMOS FÍES A DEUS, ELE VEM AO NOSSO ENCONTRO.– V. 24-25
• O livramento no fogo é a estratégia de Deus. Quando somos fiéis a Deus, ele tem um encontro conosco na fornalha. Só temos duas escolhas: ou ficamos fora da fornalha com Nabucodosor, ou dentro dela, com Cristo. Não há meio termo. Mas o lugar de calor irresistível é também o lugar de comunhão intensa com o Salvador.

• Não há fornalha ardente que consiga destruir o povo de Deus. Tais fornalhas, de fato, acabam se tornando o próprio meio que Deus usa para preservar seu remanescente fiel e manter viva a sua verdade, no mundo.

• O quarto homem sempre vem ao nosso encontro na hora da aflição. Na hora da dor, na hora da humilhação. Ele é o Deus do livramento. É o Deus das causas perdidas. Jesus é o quarto homem que não o poupa da fornalha, mas o livra do fogo.
• EM QUE FORNALHA VOCÊ ESTÁ?
a) Problemas conjugais – O amor está esfriando, as mágoas estão crepitando como fogo, o diálogo está acabando? Sente que o seu casamento está amarrado, atado e atirado numa fornalha acesa de dor e lágrimas? O quarto Homem pode hoje trazer a você livramento.

b) Problemas financeiros – Situação amarga, noites indormidas, madrugadas insones, ansiedade, portas fechadas, desemprego, salário defasado, compromissos à porta? O quarto Homem pode trazer livramento. Ele é o dono de todo o outro e de toda a prata.

c) Problemas espirituais – A sua vida devocional está doente. Acabou a alegria da intimidade com Deus. Cessou a oração fervorosa, a devoção a Deus, a paixão pelas almas. O quarto Homem pode incendiar de novo o seu coração.

d) Problemas sentimentais – Você está com medo: medo da solidão, do abandono, de não ser aceito, de tropeçar, de naufragar. Mas Jesus pode livrar você hoje.
I.A NOSSA FIDELIDADE A DEUS DEVE SER UMA QUESTÃO INEGOCIÁVEL – V. 12

II. A NOSSA FIDELIDADE NÃO NOS ISENTA DE PROBLEMAS , MAS NOS PROVE PROVISAO NO MEIO DOS PROBLEMAS – V. 21,25
III. A NOSSA FIDELIDADE A DEUS, NÃO ESTA BASEADA SIMPLISMENTE NO QUE DEUS FAZ, MAS NO QUE ELE É – v. 17-18
IV. QUANDO SOMOS FÍES A DEUS, ELE VEM AO NOSSO ENCONTRO.– V. 24-25
V. DEUS É HONRADO QUANDO MANTEMOS A NOSSA FIDELIDADE. V 28-29
VI. A FIDELIDADE ATRAI PROSPERIDADE. V 30.
NADA É TÃO VALIOSO QUANTO A NOSSA FIDELIDADE A DEUS. ELE NOS CONVOCA A UMA VIDA DE FIDELIDADE.
SE FIEL ATÉ A MORTE.
Veja esta ilustração:
O JOVEM MENSAGEIRO
Um jovem recebeu do rei a tarefa de levar uma mensagem e alguns diamantes a outro rei de uma terra distante. Recebeu também o melhor cavalo do reino para levá-lo na jornada...
- Cuida do mais importante e cumprirás a missão! Disse o soberano ao despedir-se.
Assim, o jovem preparou o seu alforje, escondeu a mensagem na bainha da calça e colocou as pedras numa bolsa de couro amarrada à cintura, sob as vestes.
Pela manhã, bem cedo, sumiu no horizonte. E não pensava sequer em falhar. Queria que todo o reino soubesse que era um nobre e valente rapaz, pronto para desposar a princesa. Aliás, esse era o seu sonho e parecia que a princesa correspondia às suas esperanças.
Para cumprir rapidamente sua tarefa, por vezes deixava a estrada e pegava atalhos que sacrificavam sua montaria. Assim, exigia o máximo do animal. Quando parava em uma estalagem, deixava o cavalo ao relento, não lhe aliviava da sela e nem da carga, tampouco preocupava-se em dar-lhe de beber ou providenciar alguma ração.
- Assim, meu jovem, acabas perdendo o animal - disse alguém.
- Não me importo - respondeu ele.
- Tenho dinheiro. Se este morrer, compro outro. Nenhuma falta fará.
Com o passar dos dias e sob tamanho esforço, o pobre animal não suportando mais os maus tratos, caiu morto na estrada. O jovem simplesmente amaldiçoou-o e seguiu o caminho a pé.
Acontece que nessa parte do país havia poucas fazendas e eram muito distantes uma das outras. Passadas algumas horas, ele se deu conta da falta que lhe fazia o animal. Estava exausto e sedento.
Já havia deixado pelo caminho toda a tralha, com exceção das pedras, pois lembrava da recomendação do rei: "Cuida do mais importante!" Seu passo tornou-se curto e lento. As paradas eram freqüentes e longas. Como sabia que poderia cair a qualquer momento e temendo ser assaltado, escondeu as pedras no salto de sua bota. Mais tarde, caiu exausto no pó da estrada, onde ficou desacordado.
Para sua sorte, uma caravana de mercadores que seguia viagem para o seu reino, encontrou-o e cuidou dele.
Ao recobrar os sentidos, encontrou-se de volta em sua cidade. Imediatamente foi ter com o rei para contar o que havia acontecido e com a maior desfaçatez, colocou toda a culpa do insucesso nas costas do cavalo "fraco e doente" que recebera.
- "Porém, majestade, conforme me recomendaste, "Cuida do mais importante", aqui estão as pedras que me confiaste. Devolvo-as a ti. Não perdi uma sequer!"
O rei as recebeu de suas mãos com tristeza e o despediu, mostrando completa frieza diante de seus argumentos. Abatido, o jovem deixou o palácio arrasado. Em casa, ao tirar a roupa suja, encontrou na bainha da calça a mensagem do rei, que dizia:
"Ao meu irmão, rei da terra do Norte! O jovem que te envio é candidato a casar-se com minha filha. Esta jornada é uma prova. Dei a ele alguns diamantes e um bom cavalo. Recomendei que cuidasse do mais importante. Faze-me, portanto, este grande favor e verifica o estado do cavalo.

Se o animal estiver forte e viçoso, saberei que o jovem aprecia a fidelidade e a força de quem o auxilia na jornada. Se, porém, perder o animal e apenas guardar as pedras, não será um bom marido, nem rei, pois terá olhos apenas para o tesouro do reino e não dará importância à rainha e nem àqueles que o servem.

ESTE JOVEM NÃO CUIDOU DO MAIS IMPORTANTE. NÃO FOI FIEL AO QUE ERA MAIS IMPORTANTE E VC.

NADA HÁ MAIS IMPORTANTE DO QUE A PESSOA DE DEUS.
VOÇE TEM SIDO FIEL A ELE EM SUA JORNADA.
VOÇE TEM CUIDADO DO QUE ELE TEM COLOCADO EM SUAS MAOS.

II CO 4: 2 REQUER QUE OS DISPENSEIROS SEJA ENCONTRADO FIEL.

DEUS DESEJA LEVANTAR UMA GERAÇAO DE HOMENS E MULHERES QUE SEJAM FIES.
HB 3.2 o qual é fiel aquele que o constituiu , como também o era Moises em toda a sua casa.

Retirado do site http://pramatos.blogspot.com.br

FRUTO DO ESPIRITO: ALEGRIA

Resultado de imagem para fruto do espirito

Tema; A alegria verdadeira
Texto;Filipenses 4:4)

(Filipenses 4:4) - Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, alegrai-vos.
Em outras traduções lemos “regozijai-vos”, o que significa exatamente o mesmo que “alegrai-vos”.

Vamos continuar falando sobre o fruto do Espírito. Já ouvimos a semana passada sobre o amor, e hoje iremos falar sobre mais um aspecto do fruto do Espírito que é a alegria.
Algo que deve caracterizar a vida do cristão é a alegria.
Você é uma pessoa alegre? Acionamos 14 músculos para sorrir e 72 para franzir a testa. Uma pessoa alegre vive mais .
Bilhões de dólares são gastos todos os anos para promover entretenimento e alegria às pessoas. O ser humano tem sede de alegria.
Salomão fala de sua decepcionante experiência de buscar alegria na bebida, no dinheiro, no sexo e na fama (Ec 2). Hoje, muitos acham que ser alegre é ter dinheiro, saúde, segurança, poder, prazeres, amigos. Mas, existem muitas pessoas que têm todas essas coisas e são infelizes e há outras privadas delas, que são alegres.
É possível alguém ser feliz neste mundo com tantas tragédias, fome, guerras, violência, assaltos, arrombamentos, estupros, seqüestro, delinqüência, mais de 20 milhões de crianças abandonadas, cerca de 4 milhões de abortos por ano, doenças como a AIDS, acidentes e mortes?

Thomas Watson esta certo quando diz: Mesmo quando tudo parece escuro á nossa volta, a alegria do cristão é a lâmpada que desvanece as trevas.
G. K. Chesterton afirmou que a alegria é o extraordinário segredo do cristão. É, porém, um segredo que não deve ser mantido secreto; pelo contrário, é preciso divulgá-lo.
O erudito William Barclay um conhecedor das línguas originais diz que a palavra Chairein (grego) era a saudaçao das pessoas naquela época, tanto na conversa como nas cartas. Eles diziam : "Alegria seja contigo".
Alegria.
No antigo Testamento, "alegria" vem de simchah que significa " júbilo, satisfação" . Outro termo é samach significando "regozijo" . São termos que expressam plenitude, algo que só Deus pode produzir em nós

1. TER ALEGRIA É UM MANDAMENTO DO SENHOR:

(SL 2:11) "Servi ao SENHOR com temor, e alegrai-vos com tremor."

2. É UM ESTILO DE VIDA:
O estilo de vida da igreja primitiva.

(AT 2:46) "E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração,"
(AT 13:52) "E os discípulos estavam cheios de alegria e do Espírito Santo."

3. É NOSSA FORÇA:

(NE 8:10) "Disse-lhes mais: Ide, comei as gorduras, e bebei as doçuras, e enviai porções aos que não têm nada preparado para si; porque este dia é consagrado ao nosso Senhor; portanto não vos entristeçais;
porque a alegria do SENHOR é a vossa força."

4. DEVE SER PROFUNDA E COMPLETA:
A ponto de se manifestar no corpo, alma e espírito.

(LC 1:46) "Disse (com sua boca-corpo) então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor,"
(LC 1:47) "E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador;"

5. DEVE SER CONTAGIANTE:
A ponto de influenciar e motivar as pessoas ao nosso redor.

(SL 126:1) "Quando o Senhor trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham."
(SL 126:2) "Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o SENHOR a estes."

6. NÃO DEPENDE DAS CIRCUNSTÂNCIAS OU AMBIENTE.

(1PE 4:13) "Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis."

(2CO 8:2) "porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade

7. NÃO É A NOSSA ALEGRIA... MAS A ALEGRIA DE JESUS EM NÓS.

(JO 15:11) "Tenho-vos dito isto, para que a minha alegria permaneça em vós, e a vossa alegria seja completa."



Você acredita que a alegria mencionada pelo apóstolo Paulo é, de fato possível, neste mundo e nos dias de hoje?
Para entender a grandeza deste pequeno versículo precisamos compreender primeiro o contexto desta carta.
Esta carta é chamada a carta da alegria.
A carta aos filipenses é uma das “Cartas da Prisão”, escrita quando o apóstolo estava preso em Roma.

- É difícil imaginar como era a situação de Paulo.
-Ele foi isolado de amigos e familiares.

-Ele era incapaz de fazer o que amava fazer.

-Ele tinha perdido todo o sentido de liberdade pessoal.

Agora pense em um homem acorrentado a um soldado romano, esperando apenas o momento quando o peso da espada romana viria sobre ele, e assim findaria a sua historia.

É nestas circunstancias que ele escreve esta carta aos filipenses.

(Filipenses 4:4) - Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, alegrai-vos.

O que podemos aprender sobre a alegria nesse texto.

1) A Alegria é um Imperativo: É ordem = ALEGRAI-VOS; Ser alegre é uma ordem, um mandamento. I Ts 5; 16 regozijai-vos sempre.
a) O cristão é alegre porque o evangelho que ele abraçou é a boa nova de grande alegria. (Lc 2:10-11).
b) O fruto do Espírito é alegria. (Gl 5:22).
c) O Reino de Deus é de alegria. (Rm 14:17).
d) Na presença de Deus há plenitude de alegria. (Sl 16:11).
f) O cristão trocou a angústia por vestes de louvor. (Is 61:3).
g) A alegria do Senhor é a nossa força. (Ne 8:10).
h) O cristão tem problemas, vales, enfermidades, provações, tentações,porém, o poder do evangelho concede alegria no meio de tudo isso. Ex: o apóstolo Paulo mesmo preso e bem próximo da morte, demonstra grande alegria. (Fil. 4:4; II Tim. 4:7,8).
i) Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. (Rm 8:28).
2) É para todos os salvos = ALEGRAI-VOS;

MT 13:44 o reino dos céus é semelhante a um tesouro oculto no campo, o qual certo homem, tendo-o achado, escondeu. E transbordando de alegria vende tudo quanto tem e compra aquele campo.
Todo salvo precisa ter um coração transbordante de alegria. Porque ele encontrou algo de grande valor.

3) É ultracircunstancial = SEMPRE;
A alegria é independente das circunstâncias – “Alegrai-vos sempre”. Paulo não está falando de alegria como um teórico. Ele não está hospedado num hotel cinco estrelas em Roma. Ele está preso, algemado, acuado, trazendo no corpo as marcas de Cristo. Ele já havia passado por lutas tremendas, por perseguições atrozes, por açoites humilhantes, por injustiças inumanas, mas a alegria do seu coração estava tremulando no mastro da sua vida.
Ser cristão não é viver numa redoma de vidro. Ser cristão não é ser poupado dos problemas. O que nos diferencia do ímpio não são as circunstâncias, mas o fundamento sobre o qual construímos nossa vida. Jesus falou que a diferença entre o salvo e o perdido não é aparência da casa que cada um constrói, mas o alicerce. Sobre ambas as casas, cai a chuva, sopram os ventos e batem os rios.
A que foi construída sobre a rocha fica firme, a que foi edificada sobre a areia desmorona. Ser cristão é edificar a vida sobre a rocha que é Cristo. Os problemas vêm, mas a alegria não vai embora, porque ela é ultracircunstancial.
a) A vida é marcada por montes e vales, saúde e doença, prosperidade e adversidade, sorrisos e lágrimas.
b) Ser cristão não é ser poupado de problemas, mas ser consolado neles.
c) Ser cristão não é viver na bonança, mas ter paz na tempestade.
d) Ser cristão não é ser poupado das fornalhas acesas, mas receber a presença protetora de Deus. (Daniel 3;16-30).
e) Deus jamais abandona os seus. (Hb 13:5 = Seja a vossa vida sem avareza. Contentai-vos com as coisas que tendes; porque ele tem dito: De maneira alguma te deixarei nunca te abandonarei.).
f) Deus não nos promete caminhada fácil, mas chegada segura, não nos promete ausência de lutas, mas vitória certa. (II Cor. 2:14= Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento.)Ex.: José do Egito. (Gn 50:20)

4) esta alegria tem uma fonte = NO SENHOR.
O cristianismo é a religiao da alegria e Paulo sabia disso. Existe uma alegria que é incircunstancial ou seja nao depende das circunstâncias e sim do " Senhor".
A alegria está centrada em Jesus – “Alegrai-vos sempre no Senhor…”. Só conhece a verdadeira alegria quem conhece, ama e obedece a Jesus. A nossa alegria é uma pessoa, é Jesus. Só Jesus tem alegria verdadeira para dar. A mensagem de Jesus é boa nova de grande alegria. O Reino de Cristo é alegria no Espírito Santo. Na presença de Deus há plenitude de alegria. O Senhor é aquele que inspira até mesmo canções de louvor nas noites escuras. A alegria do Senhor é a nossa força. Quando estamos em Jesus e Jesus está em nós, mesmo na dor, na doença, na pobreza e até mesmo na morte, experimentamos uma alegria indizível e cheia de glória. A alegria do cristão não é ausência de problemas nem está colocada em coisas; porém, ela procede de Deus, é sustentada por Deus e consumada por ele
Só a alegria que vem do trono de Deus suporta as crises, triunfa sobre as pressões da vida e não naufraga no mar das circunstâncias adversas. A alegria do cristão não é ausência de problemas nem está colocada em coisas; porém, ela procede de Deus, é sustentada por Deus e consumada por ele
Só a alegria que vem do trono de Deus suporta as crises, triunfa sobre as pressões da vida e não naufraga no mar das circunstâncias adversas.

Como ter esta verdadeira alegria.
1.Ela é resultado da certeza da salvação. Lc 10:20
Alegrai-vos pelo vosso nome estar escrito nos céus.
jubiloso seguia o seu caminho" (Atos 8:39
2. a alegria é resultado de uma profunda comunhão com Deus. Sl 16:11
Na tua presença há plenitude de alegria....
Joao 15.4 jesus diz; permanecei em mim. V 11 tenho vos dito estas coisas para que o meu gozo esteja em vos, e o vosso gozo seja completo.
3. a alegria é resultado da açao do Espirito santo em nosso mundo interior.
I Tess 1;6 eles receberam a palavra em meio a muita tribulação , com alegria do espírito santo.
4. a alegria é resultado da ação da palavra em nossa vida. Jr 15:16
Achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração; porque pelo teu nome sou chamado, ó Senhor Deus dos Exércitos
5. a alegria é resultado da pratica dos princípios estabelecidos por Jesus. MT 5.1-12

Como conservar um coração alegre.
1. Confessar e abandonar o pecado. Você não pode ter alegria vivendo no pecado. O pecado destrói a nossa alegria, ele nos rouba a alegria.
2. Confie em Deus:
Romanos 15:13 (NVI) E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que abundeis na esperança pelo poder do Espírito Santo.
Confiança nas promessas de Deus supera ansiedade e nos enche de alegria e paz. Deus está no controle, portanto não perca a alegria, a confiança n'Ele. Paulo e Silas tinha alegria, porque eles confiaram em Deus
3. Coloque sua mente na eternidade não nas coisas temporais:
Hebreus 10:34 (NVI) Vocês se compadeceram dos que estavam na prisão e aceitaram alegremente o confisco dos seus próprios bens, pois sabiam que possuíam bens superiores e permanentes
Vocês participaram do sofrimento dos prisioneiros. E, quando tudo o que vocês tinham foi tirado, vocês suportaram isso com alegria porque sabiam que possuíam uma coisa muito melhor, que dura para sempre N.T.L.H
Esta vida terrena física não é tudo que existe. Teremos um dia largar essa carne e passar no céu. Nossos testes cessará e nós sempre habitará com o nosso Deus. Não me debruçar sobre o temporal, mas no eterno.
4. tenha um coração agradecido em todas as circunstâncias:
1 Tessalonicenses 5:18 (NVI) Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.

Retirado do site: http://pramatos.blogspot.com.br

BLINDANDO O CASAMENTO: VOCÊ TEM FEITO ISSO?

15 CONSELHOS PARA BLINDAR EFETIVAMENTE SEU CASAMENTO CONTRA O DIVÓRCIO Blindar o casamento contra o divórcio é uma atitude inteligente. ...