terça-feira, 7 de novembro de 2017

FRUTO DO ESPIRITO: DOMÍNIO PRÓPRIO.

Resultado de imagem para fruto do espirito

Tema; domínio próprio

Existe um texto na palavra do Senhor que acho tremendo. Em Provérbios 25:28, nos diz o seguinte:

“Como a cidade derribada, que não tem muros, assim é o homem que não pode conter o seu espírito”. Provérbios 25:28

Gl. 5:22-24 - “MAS O FRUTO DO ESPÍRITO É...O DOMÍNIO PRÓPRIO. OS QUE PERTENCEM A CRISTO JESUS CRUCIFICARAM A CARNE, COM AS SUAS PAIXÕES E OS SEUS DESEJOS.”

II Pe. 1:5-7 - “POR ISSO MESMO, EMPENHEM-SE PARA ACRESCENTAR À SUA FÉ A VIRTUDE; À VIRTUDE O CONHECIMENTO; AO CONHECIMENTO O DOMÍNIO PRÓPRIO; AO DOMÍNIO PRÓPRIO A PERSEVERANÇA; À PERSEVERANÇA A PIEDADE; À PIEDADE A FRATERNIDADE; E À FRATERNIDADE O AMOR.”


Nos tempos antigos o muro de uma cidade era a sua maior defesa. Sem muro a cidade estava à disposição dos seus inimigos. Mais ou menos isso acontece hoje nas grandes cidades – as casas estão cercadas por grades – nos sentimos seguros por causa das grades e trancas.

Uma cidade naquela época dependia dos muros para se proteger. Os muros tinham a função de trazer segurança para as pessoas que moravam nas cidades.

Uma cidade sem muro era uma cidade sem segurança e vulnerável aos ataques dos inimigos.

O texto faz uma comparação interessante entre um homem (que não consegue conter o seu espírito) e uma cidade sem muros.

- Você é uma pessoa que consegue conter o seu espírito? ou seja, você tem dominio próprio? Você tem auto-controle ou és descontrolado(a)?

Autocontrole ou o domínio próprio é o muro de defesa que se opõe aos desejos pecaminosos que fazem guerra contra sua alma. Sem autocontrole a pessoa se torna presa fácil para qualquer espécie de invasor.

Uma boa definição para domínio próprio pode ser: o governo dos próprios desejos; a habilidade de evitar excessos e viver dentro de limites saudáveis.

SIGNIFICADO DA PALAVRA egkrateia

A palavra grega traduzida como “domínio próprio” é "egkrateia." Vem da palavra "kratos" (fortaleza), e significa "alguém que se sustenta a si mesmo" (ROBERTSON).
THAYER a define como: "a virtude de alguém que domina seus desejos e paixões, especialmente seus apetites sensuais."

MACKNIGHT adiciona o conceito: "Onde subsiste esta virtude, a tentação pode ter pouca influência."

Deriva do egen e krateia, “força”, e refere-se ao poder ou ascendência que temos sobre as paixões de todos os tipos. Ela denota o domínio-próprio que alguém tem sobre as propensões más de sua natureza.

Égkrateia é encontrada somente três vezes no Novo Testamento:

Uma vez em Atos 24:25, E discorrendo ele sobre a justiça, o domínio próprio e o juízo vindouro, Félix ficou atemorizado e respondeu:

Onde é incluída junto com a "justiça" e o "julgamento vindouro." "A palavra a que segue é "justiça", a qual representa o que Deus demanda; então, domínio próprio é a resposta do homem a tal demanda" (VIM)

Uma vez em Gálatas 5:23, onde vemos que é evidência de que alguém está caminhando no Espírito, e é guiado pelo Espírito

E em 2 Pedro 1:6, onde aprendemos que existe para ser acrescentada ao "conhecimento." “Seguir ao conhecimento, sugere que é aprendida e que requer ser posta em prática" (VIM).

Domínio próprio, então, é o controle de alguém sobre si mesmo; no contexto das Escrituras, o controle de si mesmo existe para estar em harmonia com a vontade de Deus.

Significa moderação, sobriedade, continência, autodomínio. Consiste em aplacar os apetites e o uso excessivo dos sentidos.

É o controle da maneira que o homem deve utilizar os bens materiais, de maneira particular a comida, a bebida e os apetites sexuais. O domínio próprio ou moderação é reter os desejos em estado normal, perfeitamente natural, sob os limites estabelecidos por Deus.

Domínio próprio trata: tem também a seguinte idéia.

-Moderação, controle racional de impulsos naturais;

-Sóbrio, moderado, tendo dominado desejos pessoais e paixões;

-Indica uma vida auto-disciplinada seguindo o exemplo de Cristo de estar no mundo, mas não ser do mundo;

-Controle ou disciplina, exercitada no comportamento;
-A mestria de si mesmo, a capacidade de indivíduos conterem as próprias emoções, desejos e impulsos, de tal modo que possam servir outros.

As definições acima descrevem perfeitamente o que Deus está procurando, uma vez que Ele começa a trabalhar e transmitir esta qualidade à nossa personalidade.

Esta qualidade específica é um das mais importantes chaves em poder obter qualquer tipo de vitória sobre alguns dos apetites e desejos da nossa carne.


Muitos problemas são causados pela falta de domínio próprio:

Por que não consigo superar um mau hábito?
Por que não consigo pagar minhas contas?
Por que não consigo abandonar aquele relacionamento?

Não consegue porque precisa de domínio próprio...

PORQUE O SEU MAIOR PROBLEMA NÃO SÃO OS OUTROS! SEU MAIOR PROBLEMA É VOCÊ MESMO!

Talvez você sinta que sua vida está fora de controle (como carro com direção quebrada e derrapando na pista).

Se quisermos alcançar liberdade, precisamos de domínio próprio. A vida plena só virá se você lutar da maneira correta a luta que lhe está proposta.

Antes de lutar contra o mundo e contra satanás, você precisará vencer sua própria carne, que é maligna por natureza, e sempre tendente para o erro.

O filósofo grego Epíteto, que viveu entre os anos 50 a 115 d.c. disse: “Nenhum homem é verdadeiramente livre até que se domine”.

Para Epíteto, uma vida feliz e uma vida virtuosa,são sinônimos. Felicidade e realização pessoal são conseqüências naturais de atitudes corretas.

Jesus disse: "DIGO-LHES A VERDADE: TODO AQUELE QUE VIVE PECANDO É ESCRAVO DO PECADO.”- Jo. 8:34

Sansão pode ter sido o homem mais forte do mundo, mas sem domínio próprio, lembra que aconteceu a ele? Foi seduzido por Dalila.

Sansão teve força, mas não teve domínio! Davi não foi capaz de dominar seus impulsos sexuais.

ASPECTOS EM QUE DEVEMOS CULTIVAR O DOMÍNIO PRÓPRIO

Três áreas que precisam ser dominadas: Corpo, pensamentos e emoções.


1. Dominando o corpo (Honrar a Deus com o corpo)
Deus nos criou com senso de prazer.

“Então o Senhor Deus fez nascer do solo todo tipo de árvores agradáveis aos olhos e boas para alimento” – Gn 2.9

Não há dúvidas que foi intenção de Deus que nós tivéssemos prazer físico na nossa existência as com coisas que ele mesmo providenciaria para nós.

1Tm 6.17 “Deus nos provê tudo que precisamos para nossa satisfação”.

Mas vejam bem, porque os nossos desejos se corromperam, aquelas coisas que Deus pretendia que fossem para nosso deleite, acabam tendo a tendência de dominar as nossas vidas.

Por isso, o domínio próprio do corpo deve ser focado em três áreas principais de tentação física:

-Glutonaria – comida e bebida; preguiça/falta de descanso/desleixo com o corpo e imoralidade sexual.

Deus nos dá graciosamente comida e bebida – temos prazer no comer e beber. Só que nós nos deixamos dominar. É daí surgem a glutonaria e bebedice. Nós supervalorizamos a comida – alguns literalmente vivem para comer – e o prazer passa a dominar a suas vidas. Com a bebida é a mesma coisa – começa como prazer e passa para o vício. A bíblia nos orienta a comer e beber para a glória de Deus - 1Co 10.31

Deus deu, para nosso deleite, o descanso – e aí, ou não descansamos ou nos entregamos à preguiça. Alguns abusam do seu corpo não dando a ele quase nenhum descanso;

Outros, não se cuidam, não dão ao corpo nenhum exercício sequer; outros acham que nasceram para descansar e devem ir ter com as formigas,

Pois são totalmente preguiçosos. O nosso corpo continua sendo o templo do Espírito Santo – tratar mal o corpo é pecado.

O sexo - e dele vem a imoralidade. O padrão estabelecido por Deus nesta área é muito simples e claro. Absoluta abstinência fora do casamento e total fidelidade dentro do casamento.

Qualquer outro caminho ou justificativa resultará em imoralidade. Vimos que domínio próprio é viver dentro dos limites estabelecidos por Deus. Aí esta uma área que merece toda nossa atenção, porque não existem limites para o mundo quando se fala de sexo.



2. Dominando Pensamentos (Levar cativo todo e qualquer pensamento)
Paulo afirmou:
“Nós devemos levar cativo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo” 2Co 10.5

Ter domínio dos pensamentos significa entreter as nossas mentes com pensamentos que sejam aceitáveis a Deus. E você sabe que a melhor maneira de avaliarmos os nossos pensamentos é apresentada por Paulo em Fl 4.8:
“Finalmente irmãos, tudo que for verdadeiro, tudo que for nobre, tudo que for correto, tudo que for puro, tudo que for amável, tudo que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas”.

Ter domínio dos pensamentos, então, é mais do que apenas recusar maus pensamentos – devemos fazer isso – mas devemos incluir em nossas mentes pensamentos que venham agradar a Deus.

Devemos construir muros de proteção recusando pensamentos pecaminosos e nos apropriando de pensamentos que honrem a Deus.

Pv 4.23 “Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda sua vida”

Aqui, o significado da palavra hebraica traduzida por coração, refere-se a toda consciência de uma pessoa: entendimento, emoções, consciência e vontade – entretanto, a advertência é particularmente aplicada à nossa vida de pensamentos.

A tarefa de dominar pensamentos é árdua, mas importante. É a partir dos nossos pensamentos que nossas emoções e ações começam – então, é justamente lá que os desejos pecaminosos plantam suas raízes e nos seduzem ao pecado.

Nossas mentes são como estufas mentais onde pensamentos ilegítimos, uma vez plantados, são nutridos e aguados antes de serem transformados em ações ilegítimas. Raramente nós caímos subitamente na imoralidade ou glutonaria. Estas ações são primeiramente saboreadas em nossas mentes antes de serem satisfeitas na realidade.

Os portões dos nossos pensamentos são com certeza os nossos olhos e ouvidos. Acã viu a capa e o dinheiro, cobiçou e pegou para si. Josué 7.21 - O que nós vemos, lemos ou ouvimos normalmente determina o que pensamos.

Memória também tem grande parte de responsabilidade pelos nossos pensamentos, mas ela só guarda e traz de volta aquilo que originalmente veio para as nossas mentes através dos olhos e ouvidos. Então, guardar o nosso coração começa quando começamos a guardar os nossos olhos e ouvidos.

Salmo 139.2 e 4 “De longe percebe os meus pensamentos e antes que a palavra chegue à minha língua, tu já a conheces inteiramente”.

É muito interessante que nós permitimos em nossas mentes o que nós não permitimos em nossas ações, porque outras pessoas não podem ver os nossos pensamentos. Mas Deus os vê.

3. Controlando as Emoções (Refreando as emoções)

As emoções que devemos controlar são principalmente a raiva e fúria, os ressentimentos, a autocompaixão e a amargura. Os sentimentos podem ser explosivos como um gênio descontrolado; ou pode ser velado, como a autocomiseração – ambos desagradam a Deus e devem ser alvos do domínio próprio.

Segundo a Palavra, um gênio explosivo é uma contradição na vida daqueles que estão procurando praticar a vida cristã de forma piedosa.

É um problema não apenas porque isso demonstra que a pessoa é desgovernada, mas principalmente porque em geral a situação acaba machucando as pessoas que são os “recipientes” da explosão, quebrando o respeito, criando amargura e destruindo relacionamentos

Pv 16.32 “Melhor é o homem paciente do que o guerreiro, mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade”

Se você tem lutado contra este sentimento que faz você explodir, tente identificar as coisas que o levam a perder o controle – avalie com Deus estas coisas e submeta-se à Palavra de Deus, pagando o preço da construção de uma muralha que vai proteger você de cair.


Veja em que lista Paulo coloca a falta de domínio-próprio:

II Tm 3.2-4 - “OS HOMENS SERÃO EGOÍSTAS, AVARENTOS, PRESUNÇOSOS, ARROGANTES, BLASFEMOS, DESOBEDIENTES AOS PAIS, INGRATOS, ÍMPIOS, SEM AMOR PELA FAMÍLIA, IRRECONCILIÁVEIS, CALUNIADORES, SEM DOMÍNIO PRÓPRIO, CRUÉIS, INIMIGOS DO BEM, TRAIDORES, PRECIPITADOS, SOBERBOS, MAIS AMANTES DOS PRAZERES DO QUE AMIGOS DE DEUS,”

- Deus quer, passo a passo, lhe apontar uma direção clara para mudar sua vida:

1.ADMITA O SEU PROBLEMA:

Tg. 1:14 - “AS PESSOAS SÃO TENTADAS QUANDO SÃO ATRAÍDAS E ENGANADAS PELOS SEUS PRÓPRIOS MAUS DESEJOS”.

Esse é o primeiro passo para desenvolver o domínio próprio.

Entende o que Tiago diz?

Somos responsáveis por nosso comportamento.

Com freqüência tentamos ignorar nossos problemas: “Eu não tenho problema”, tentamos dizer:


Por isso, se você tem um problema a resolver com a comida, bebida, palavras, temperamento, dinheiro, roupas, tempo, sexo, precisa de domínio próprio!

O segundo passo para você desenvolver domínio próprio, e que é muito importante, é o seguinte:

2.DEIXE O PASSADO PARA TRÁS:

Fp. 3:13 –14 - “ESQUECENDO-ME DAS COISAS QUE FICARAM PARA TRÁS E AVANÇANDO PARA AS QUE ESTÃO ADIANTE, PROSSIGO PARA O ALVO, A FIM DE GANHAR O PRÊMIO DO CHAMADO CELESTIAL DE DEUS EM CRISTO JESUS.”

E Paulo realmente tinha muita bagagem pesada para deixar para trás, para conseguir viver, ele era um suicida, torturador. Matou pessoas! Como iria viver com Jesus com esta realidade de passado de pecado?

Não foque no pecado, porque você terá mais pecado! Foque na liberdade, na vida, nas promessas e obras de Jesus!

Se você focar no pecado, você foca na obra do diabo.

Se você foca na redenção, você foca na obra redentora de Jesus!

Qual vai ser sua decisão?

Uma vez fracassado, sempre fracassado!

Isto não é verdade!

Ilustração:

Todo automóvel tem por dentro o retrovisor, nele se vê o que ficou para trás do veículo... se o motorista ficar olhando o retrovisor o tempo todo, vai colidir!.

O maior inventor de todos os tempos, o norte-americano Thomas Edison disse certa vez:“Não diga que foi um fracasso, diga que foi uma lição. Agora você sabe o que não funciona!”


3.CREIA QUE VOCÊ PODE MUDAR.

I Co. 10:13 - “NÃO SOBREVEIO A VOCÊS TENTAÇÃO QUE NÃO FOSSE COMUM AOS HOMENS. E DEUS É FIEL; ELE NÃO PERMITIRÁ QUE VOCÊS SEJAM TENTADOS ALÉM DO QUE PODEM SUPORTAR. MAS, QUANDO FOREM TENTADOS, ELE MESMO LHES PROVIDENCIARÁ UM ESCAPE, PARA QUE O POSSAM SUPORTAR.”

É possível mudar!

Sabe quem não acredita nisto: seu inimigo!

Para mudar e se tornar mais auto controlado, você tem de começar a crer que pode mudar.

Toda mudança começa na mente.

Mudança de mente é METANOIA!
Sua crença se transforma numa profecia que se cumpre:

A pessoa que diz “Eu não consigo”, nunca conseguirá... a que diz: “Eu consigo”, poderá falhar uma, duas, três vezes, mas conseguirá. Neste sentido o “pensamento positivo” funciona.

Você deve focalizar sua mente nas promessas positivas de Deus de ajuda e de força.

Há ainda um outro passo a ser dado pra se tornar mais auto controlado, e é o seguinte:

4.FUJA DAS SUAS ÁREAS DE RISCO:

I Co. 7:5 - “PARA QUE SATANÁS NÃO OS TENTE POR NÃO TEREM DOMÍNIO PRÓPRIO.”

Você sabe onde pode cair.

Fuja das coisas que o tentam – fuja das situações que enfraquecem o seu domínio próprio,

Se não quiser ser picado, fuja das abelhas!

Você pode planejar com antecedência e evitar situações que vão provocar tentações na vida.

Não guarde doces no armário se está fazendo um regime.

Em Ef. 4:27 lemos: “NÃO DÊEM AO DIABO OPORTUNIDADE PARA TENTAR VOCÊS”.

Ilustração:

Uma vez foi perguntado a um homem que havia deixado de fumar, como ele estava se saindo.
Ele disse: “Eu molhei todos os meus fósforos!” Quando chegava a hora de acender um cigarro, a situação estava sob controle.
Coloque água nos seus cigarros!
O que você precisa evitar em sua vida, de que precisa se livrar?
E cuidado com quem você está andando, conversando, a Bíblia diz em

I Co.15:33 - “...AS MÁS COMPANHIAS ESTRAGAM OS BONS COSTUMES."

Agora vamos ao passo final, e esse é o segredo do autocontrole duradouro:


5.DEIXE O ESPÍRITO DIRIGIR SUA VIDA:

Gl. 5:16 -“VIVAM PELO ESPÍRITO, E DE MODO NENHUM SATISFARÃO OS DESEJOS DA CARNE.”-

Observe a seqüência nesse verso, ela é muito importante:

Gl. 5:17 - “POIS A CARNE DESEJA O QUE É CONTRÁRIO AO ESPÍRITO; E O ESPÍRITO, O QUE É CONTRÁRIO À CARNE. ELES ESTÃO EM CONFLITO UM COM O OUTRO, DE MODO QUE VOCÊS NÃO FAZEM O QUE DESEJAM.”

Só por Deus mesmo!

Temos uma promessa aqui: você NÃO SATISFARÁ os desejos da natureza humana.

Observe que não diz que você não terá esses desejos (pessoas cheias do Espírito de Deus ainda vão ter os desejos da carne), mas não os satisfarão mais.

O que você pensaria se eu dissesse: “Primeiro vou sarar e depois vou consultar o médico”?

Você diria que fiquei louco. É uma idéia ridícula: “Estou me sentindo melhor, por isso vou tomar o remédio”.

6. Controle sua lingua.


Pois todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, esse é homem perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo. Tg 3.2

7. Jejum.
a) O jejum é utilizado para enfraquecer a nossa carne (Salmo 109.24) “Os meus joelhos estão enfraquecidos pelo jejum, e a minha carne perde a sua gordura”.

b) Para quebrantar nossa vida, ou seja, humilhar-nos (Salmo 35.13)

“ humilhava-me com o jejum, e orava de cabeça sobre o peito”.


c) Castigar a nossa alma (Salmo 69.10-11), isto significa levar a nossa alma ao pó.
enfraquecer a própria carne.

Há épocas na vida do crente em que ele precisa humilhar a carne, pois parece que as concupiscências da carne estão mais fortes que a sua possibilidade de dominá-las.

Há fases na vida do crente em que ele tem dúvidas ou tentações mais difíceis para resolver. O jejum enfraquecerá a carne e assim o crente terá menos conflitos com ela (Sal 109:24).

O exame da palavra ‘jejum’ no grego e os casos de jejum na Bíblia podem ajudar-nos a entender que o jejum é a prática voluntária de abster-se de comida e/ou prazeres da vida com o propósito de separar-se para Deus e à concentração de alvos espirituais, particularmente a necessidade de vencer inimigos espirituais e controlar as concupiscências da carne (Cloud).

CONCLUSÃO:

São 7 passos, mas você pode dar um de cada vez.... agora, precisam continuar sua caminhada de recuperação.

Minha recuperação já COMEÇOU!


DEUS TEM O PODER DE MUDAR SUA VIDA HOJE! CREIA!

Retirado do site http://pramatos.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UM MÁRTIR DA REFORMA CONFORTA SUA ESPOSA.

DR. WES BREDENHOF   Algum tempo atrás, a revista  Time  publicou uma matéria de capa intitulada “Deus Quer que Você Seja Rico?”. Nes...