segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Anunciar 23 de setembro como fim do mundo é vergonha para os cristãos, protesta pastor



“Os cristãos deveriam ter cuidado ao ver essas declarações sensacionalistas”, assevera.


por Jarbas Aragão
"Anunciar 23 de setembro como fim do mundo é vergonha"

Ed Stetzer é um influente pastor batista, autor de vários livros e responsável por pesquisas da Lifeway Reasearch. Acostumado a avaliar a imagem pública dos evangélicos, ele está contrariado com espaço destinado ao tema na mídia nas últimas semanas.

Diferentes jornais e sites dedicaram espaço para falar sobre as profecias que ligam o dia 23 de setembro com o arrebatamento e o fim do mundo. Em diversos desses órgãos de comunicação, as generalizações davam a entender que essa era uma crença de todos os evangélicos.



Para Stetzer, o “numerólogo cristão” David Meade que vem anunciando há cerca de um ano que o sinal de Apocalipse 12 estará visível nos céus neste sábado, é um impostor. Primeiramente, lembra o pastor, a numerologia citada por Meade não é bíblica.

Além disso, apontar para o eclipse que ocorreu nos Estados Unidos, bem como os furacões que passaram pelo Caribe nos últimos dias é fantasioso, pois o continente americano sequer é mencionado na Bíblia.

Além disso, o argumento de Meade é baseado na crença de uma possível colisão da Terra com Nibiru ou “Planeta X” não se sustenta, uma vez que a NASA reiteradas vezes garantiu que esse corpo celeste sequer existe.



“Toda vez que previsões sobre o fim do mundo aparecem na mídia, é importante que nos perguntemos se isso irá contribuir com discussões úteis e significativas sobre o final dos tempos. Claro que a resposta na maioria das vezes é não”, escreveu Stetzer. Ele acredita que esse tipo de argumentação, defendida por alguns pastores em sermões que podem ser assistidos na internet, são “uma vergonha para os cristãos e uma distorção da Palavra de Deus”.

Para Stetzer, é triste ver a maneira como o assunto vem sendo tratado. “Não podemos acreditar em tudo que a mídia está gritando em nossos ouvidos, devemos pensar cuidadosa e criticamente sobre tudo que lemos na internet […] Não há nada concreto sugerindo que o dia 23 de setembro seja um momento importante para a profecia bíblica. Os cristãos deveriam ter cuidado ao ver essas declarações sensacionalistas”, disparou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que pode sustentar um casamento em crise?

Muitos casamentos estão lutando com dificuldade para se manter em pé. As taxas de divórcio são cada vez maiores e o nível de fr...