quinta-feira, 23 de abril de 2015

Babilônia



A imprensa tem notificado nos últimos dias a queda na audiência da Rede Globo na nova novela das 21, cujo título é Babilônia. A UOL TV fez a seguinte declaração no dia 29.03.2015: “A Globo lançou neste final de semana uma operação de salvamento de Babilônia. Rejeitada por parte do público e boicotada por evangélicos, a nova novela das nove derrubou a audiência do horário nobre da emissora em 19% e, se não reagir, poderá entrar para a história como o mais baixo ibope das 21h. Desde ontem, para recuperar o público que migrou para SBT e Record, a Globo exibe chamadas introduzindo didaticamente as tramas da novela, em uma ação chamada de "relançamento". Mudou também a abertura e a apresentação da logomarca”.
O nome Babilônia significa “porta dos deuses”. Havia nesta antiga cidade 53 templos pagãos onde perdurava o sincretismo. Babilônia é na Bíblia, a figura da mãe das fornicações e da devassidão moral e por isto é chamada de “A mãe de todas as prostitutas e de todas as pessoas imorais do mundo” (Ap 17.5). Todos se embriagavam com sua luxúria e bebiam o “sangue dos santos” (Ap 17.6). O apóstolo João afirma que quando a viu, admirou-se com grande espanto pela sua maldade (Ap 17.6). O significado completo da cidade é escatológico. Babilônia personificava a maldade humana. Trata-se portanto, de uma figura muito mais ampla que a mera descrição de uma cidade particular.
Fala-se em “boicote dos evangélicos”, mas outras igrejas também, inclusive boa parte dos católicos, estão preocupadas com a perda de valores morais, e a propaganda sistemática pela quebra de valores, entre eles, a família.
Li recentemente a seriíssima declaração do Pe. Dudu (Pe. Eduardo Braga), veja suas palavras:
“(Babilônia) faz referência à prostituição, entendida com seus crimes e pecados cometidos contra Deus e seus filhos. O que dizer de duas senhoras de oitenta e seis anos se beijando? Babilônia! Cenas casuais de sexo e assassinato? Babilônia! Golpe do baú e traição? Babilônia! Triangulo amoroso e prostituta de luxo? Babilônia! Em um momento tão crítico da história deste país, Babilônia e Big Brother não podem nos trazer luz, paz e esperança. Desperta povo! Deus destruiu Babilônia! Não permita que ela seja levantada com o material e mão de obra do Brasil! Não precisamos de Babilônia! Queremos Jerusalém! Queremos ordem e progresso! Queremos Deus e os valores autênticos e imortais! Queremos o amor e a paz! Queremos a segurança, o respeito e a prosperidade completa!”
Minha esperança é que nós, brasileiros, entendamos a força dos movimentos sociais. Existem momentos na história de um povo que é necessário que exista pressão de grupos, para que a voz seja ouvida. Governos corruptos só se assustam com manifestações. A Globo não precisa repensar sua filosofia, ela pode continuar fazendo o que sempre quis fazer, é uma escolha editorial e a imprensa felizmente, é livre no Brasil. Mas a população também é livre para dizer: Não queremos. Viram como um clic faz toda diferença?
Ah! E se as outras mídias, o governo e agências seculares, quiserem defender causas que consideramos anti-cristãs ou anti quaisquer outros valores, devemos fazer uso de manifestações, votos, imprensa, e mídias sociais para com ousadia dizer não. Afinal, como afirmou M. Luther King Jr. “Deus vai julgar, não apenas os atos dos maus, mas o silencio dos justos!”

Rev Samuel Vieira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BLINDANDO O CASAMENTO: VOCÊ TEM FEITO ISSO?

15 CONSELHOS PARA BLINDAR EFETIVAMENTE SEU CASAMENTO CONTRA O DIVÓRCIO Blindar o casamento contra o divórcio é uma atitude inteligente. ...