terça-feira, 26 de agosto de 2014

Procuram-se Homens



Não, este não é um título de algum anúncio de agência de casamento. Este é o clamor de uma sociedade angustiada e ansiosa por resgatar seus homens. Não são as mulheres solteiras que precisam de homens, mas as crianças desprovidas de exemplos e referenciais; as escolas carentes da figura masculina; as famílias sedentas de autoridade e segurança; a igreja desfigurada pela omissão de seus homens e os próprios homens necessitados de amigos autênticos. Há um exército inumerável de mulheres casadas que não precisam de outros homens, mas que aqueles com quem se uniram cumpram seu papel dentro do casamento. Elas estão cansadas de tomar a frente, a iniciativa, o controle, estão cansadas da independência. Querem apenas um homem ao seu lado.
O problema é que o conceito de masculinidade foi dramaticamente alterado, tristemente empobrecido, inexplicavelmente mediocrizado. Hoje ser homem refere-se à promiscuidade; a omissão e irresponsabilidade são suas marcas. Quanto mais frios e insensíveis, mais se sentem homens; quanto mais ausentes da vida familiar, mais respeitado são pelos seus iguais. Sua dignidade está ligada ao seu sucesso financeiro, no mercado de homens ele vale o quanto tem. Se for rico ou bem sucedido, se tiver uma carreira eficiente e admirada ele jamais será considerado um fracasso, apesar da família desagregada, dos pais abandonados, dos filhos desorientados, da esposa alienada de sua vida, da convivência familiar vazia e da própria vida sem significado. O problema é que o homem de hoje está muito longe do propósito de Deus e da necessidade humana.
Deus criou um líder (I Co. 11:3), o pecado o fez dominado. Deus lhe deu autoridade (Ef. 5:22 e 6:4), mas ele preferiu a comodidade do ostracismo. Deus queria um exemplo (I Pe. 5: 1 a 4), ele perdeu sua identidade. Trocou a autoridade pelo autoritarismo, o amor pela insensibilidade, a gentileza pela indiferença; a santidade por suas paixões, sejam elas quais forem. A sociedade não precisa de "machos", ela clama por homens. O sentimento comum é que as pessoas estão cansadas dos modelos de heróis caricaturados e corruptos da mídia, de homens que têm apenas músculos, estética, inteligência ou riquezas para serem vistos. O que precisamos? Apenas homens, não perfeitos, nem semi-deuses, apenas homens de Deus.

Assim, faltam-nos referenciais, exemplos e padrões. E somente a fé pode gerá-los ou resgatá-los. O autor da epístola aos Hebreus renova a nossa esperança ao falar, em meio à chamada galeria da fé, de homens que foram martirizados por uma sociedade que os considerou indignos de viver, contudo "mundo não era digno deles " (Hb. 11:38). Que Deus faça com que os homens presbiterianos sejam dignos do seu evangelho (Fp. 1:27).

Rev Jôer Correa Batista. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PASTORES PERSEGUIDOS E MORTOS.

Pastores estão sendo perseguidos e mortos por traficantes, no México Trabalho de recuperação de drogaditos irrita quadrilhas por Jarbas Ara...